23/10/2021

Coluna Thaís Navarro: “Ping Pong Ball”

Parei para pensar! “ping pong ball”: e o que esperar de uma amizade?

*Esse texto contém spoilers moderados para convencer quem ainda não viu essa obra de arte.

Ano passado, ainda no finado Dramafever, assisti um mini drama surpreendente, com um dos meus atores favoritos, Yoo Jae Myung.

Ping pong ball é um mini drama da JTBC, de dois episódios. Baseado em um webtoon. Estrelado por Yoo Jae Myung e Kim Ji Soo.

O drama oferece um caso de assassinato, um mistério e alguns boatos. Mas diante da amizade dessas duas pessoas, o resto não importa.

Em Ping pong ball, Yoo Jae Myung interpreta o sem teto, Kim Deuk Hwan, aliás, ele recusa o termo mendigo, porque segundo ele, ele apenas não tem uma casa para morar. Kim Ji Soo, interpreta Kim Young Joon, um estudante veterano de filosofia.

O drama te oferece um exercício de empatia, afinal, você conversaria com alguém que vive embaixo da ponte?

Além de um roteiro muito inteligente com citações filosóficas sobre existencialismo e Nietzsche, os dois amigos tratam de assuntos complexos de forma simples e despretensiosa.

A atuação do Yoo Jae Myung é comovente. Tão realista e sincera, que você pode se esquecer que se trata de ficção.

No drama, o jovem Young Joon se torna amigo de Deuk Hwan e mesmo possuindo realidades diferentes, a conexão dos dois é muito profunda. Não é nada paternal, apesar da diferença de idade. É como se eles fossem espelhos um do outro.

No início vemos o encantamento que Young Joon sente ao se aproximar de Deuk Hwan e no misto de medo com o desconhecido e curiosidade sobre aquela pessoa tão peculiar, ele acaba voltando para debaixo da ponte sempre que pode, para passar tempo com seu amigo.

Entre um encontro e outro nos vemos no lugar do Young Joon, que mesmo com desconfiança não para de visitar o sem teto e de lhe oferecer ajuda para deixar essa vida, apesar de Deuk Hwan ter orgulho e rejeitar a ajuda em alguns momentos.

Esse drama é a prova de que a trajetória vale mais o que o final. O encontro dessas duas pessoas, o que elas fazem uma pela outra enquanto passam tempo juntas faz com que o final não seja importante. É isso mesmo. O final não importa quando duas pessoas não esperam mais da outra do que aquilo que elas podem oferecer. A maturidade que Young Joon demonstra com o passar do tempo é notável.

A ambiguidade da vida é explorada de forma muito transparente e você se pergunta o tempo todo se deve acreditar ou não. Se ajudaria ou não. Afinal, quem é mais burro? Quem ajuda alguém de olhos fechados ou quem se aproveita da ajuda que recebe?

Ficou curioso? Quer saber porque o nome do drama é ping pong ball? Não deixe de assistir. Esse drama está disponível no Kingdom Fansubs.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: