24/10/2021

RECAP – EPISÓDIO 6: THE WORLD OF THE MARRIED


Nota: Desconfie de erros de digitação, pois estava errado no inglês. Esse recap é retirado da transmissão ao vivo em Coreano.

 

—–

/ 1 /

JANTAR

Jon-young senta-se à mesa com Mi-yeon e No-eul. É estranho e tranquilo. Mi-yeon suavemente diz a ele que o divórcio não é de todo ruim. No-eul teve dificuldade. Mas Joon-yeon apenas deixa cair os talheres e vai para o quarto.

Mi-yeon o segue e diz que ela se preocupa com ele. Ele pergunta se seus pais lhe disseram para contar isso com antecedência? Ela diz que não, apenas se preocupou com ele. ele abre a porta e pergunta por que ela está preocupada com ele.

Corta para Sun-woo e Tae-oh lá fora na mansão. Sun-woo grita com ele e diz que eles não podem voltar. Você e o que você fez nos arruinou! Ela cai de joelhos.

Mas ele pergunta o que fez. Você e sua maldade arruinaram tudo. Você sabe como eu cresci. Como você pode me dizer que vai tornar Joon-young o mesmo que eu? Você não tem o direito de tirar o pai dele.

Ela para de chorar e se recompõe de repente. Ela se levanta e começa a rir.

SW – Você já está pronto. Joon-young viu tudo. Você e Yeo Da-kyung. Ele viu seu relacionamento.

Ela se afasta e deixa Tae-oh olhando com contemplação dolorosa.

HOTEL

Ye-rim caminha até Jae-hyuk. Ele ri e murmura que Sun-woo é realmente algo. Ye-rim diz a ele que ela já sabia tudo. Eu sabia que você tinha casos frequentemente. Eles não eram mais do que uma noite, então não era realmente um caso, mais como um vício.

Ele pergunta, se você sabia tudo, por que está fazendo isso agora? Ela diz que é por causa de Ji Sun-woo, você dormiu com ela? Jae-hyuk diz que é apenas sexo, não compartilhamos nosso coração. Ela é igual a outras mulheres. Você acha que eu gosto dela?

Ye-rim pergunta, então você está bem, porque você não deu a ela seu coração? Você me odeia tanto? Ele diz que não, eu odeio ficar entediado. Ela pergunta o que ele fez quando ela estava entediada? Como casal, devemos descobrir o que nos falta e nos enchermos.

Ele diz que não pode fazer isso. Ela diz a ele que não há mais nada para conversar. Ele agarra o braço dela e diz que ele é o problema. Eu reconheço que não sou normal. Ela infelizmente pergunta se ele sente pena dela? Ela olha para ele, então se afasta e sai.

MANSÃO

Da-kyung vai com raiva para o carro para sair. Mas vê Tae-oh sentado no meio-fio do lado de fora. Ela vai com raiva até ele e pergunta o que ele está fazendo aqui? Ele pede desculpas a ela. Ela pergunta se ele realmente a conheceu por causa do dinheiro do pai?

Ele diz, se você acredita nessa mulher louca, não importa o que eu diga. Ele investiu na minha paixão e no meu trabalho. OK? Ela passa as mãos pelos cabelos e senta-se na parede perto dele. Ela diz para ele apagar o cigarro, é ruim para a criança.

Ele a olha atordoado.

Ela diz, eu posso desistir de tudo. Umma, appa, tudo o que eu gostei por causa do appa. Ele diz o nome dela. Ela olha para ele e pede que ele escolha.

Ele caminha até ela e a abraça e agradece.

Em outros lugares, Sun-woo volta para casa. Ye-rim passa por ela e sai do carro quando a vê.

SW – Você o encontrou?

YR – Por que você está fazendo isso comigo?

SW – Eu já disse, se você precisar saber alguma coisa, eu vou lhe contar tudo. eu não vou esconder nada.

YR – * caminha até ela * Você realmente deixa as pessoas cansadas de você. Você acha legal? Você acha que as pessoas também pensam assim? Não, não confunda. Voce é barata. Essa é você.

SW – E você? Você fez uma boa viagem com a mulher com quem meu marido está tendo um caso. Nós duas somos baratas.

YR – Você queria se vingar de mim? Foi por isso que você dormiu com meu marido!

SW – Sim.

YR – * suspira * Então você queria nos fazer terminar porque sua família está quebrada. Mas você falhou. Você não poderia salvar sua família, mas eu salvarei. Você não vai quebrar nossa família com isso.

SW – Não me importo se você se divorcia ou não. Eu só queria lhe dizer a verdade. Porque eu era assim. Fiquei tão triste porque pensei que você fosse minha amiga, mas você me traiu. Foi muito, muito triste para mim.

YR – Eu nunca te olhei como minha amiga. Você era tão falsa.

SW – Se eu soubesse que você pensava assim, meu coração deveria doer um pouco menos.

Sun-woo se afasta lentamente. Ye-rim a encara e segura soluços.

—————–

/ 2 /

CASA

Sun-woo chega em casa. Mi-yeon desce as escadas. Sun-woo pergunta sobre Joon-young. Ele desce agora mesmo. Mi-yeon diz a Sun-woo que eles vão sair e começam a sair com No-eul. Sun-woo agradece Mi-yeon e ela acena para ela.

O filho vai até Sun-woo e pergunta a ela, e o papai? Sun-woo diz a ele que ele não está voltando para casa. Joon-young pergunta, por quanto tempo? Sun-woo não tem uma resposta para isso.

MANHÃ

Tae-oh acorda na cama com Da-kyung, eles estão todos abraçados. Ela pergunta, então não precisamos mais nos separar? Ele diz que não, claro que não.

DK – Podemos dormir na mesma cama e acordar juntos e ficar juntos o dia todo.

TO – Eu estarei ao seu lado o dia todo com nosso bebê também.

Ela sorri alegremente e olha para ele.

DK – Eu vou te apoiar. Seu filme será bem sucedido.

TO – Ok, ok.

DK – Algo errado?

TO – Talvez o acordo do filme não seja cumprido.

DK – Como assim?

TO – Como você sabe, seu pai está com muita raiva. Seu investimento poderia ser puxado, então tenho que encontrar outro investidor.

DK – Então você não tem mais investidores aceitando meu pai?

TO – Bem, não é tão fácil, Da-kyung.

DK – … tudo bem.

Ela deita na cama e rola para o outro lado.

A campainha toca. Tae-oh vai pegar o pacote. É bagagem e é para ele. O entregador pede que ele assine a este documento.

Tae-oh abre, são os papéis do divórcio. ele chama sua esposa, Da-kyung desce as escadas para ver quem era. Ele está muito ocupado falando ao telefone para notá-la.

TO – Não faz sentido.

SW – Assine.

TO – Que pessoa estúpida assinará um documento que abrirá mão de dinheiro e de seu filho.

SW – ei, você mora com o dinheiro que eu lhe dei para não ter nada.

TO – Quem criou Joon-young enquanto você era residente? Você não lembra? Eu possuo parte da sua licença médica.

SW – Ok, se é isso que você quer, não estou apenas deixando que isso aconteça.

TO – O que você vai fazer?

SW – Ei, eu criei sua empresa, mas você acabou de ganhar dinheiro? Vou entregá-lo à polícia por peculato.

TO – Como você pode?

SW – Não se preocupe, todos os seus funcionários que não foram pagos ficarão comigo.

Ele desliga o telefone com raiva atordoada e rasga o papel. Então ele chuta a bolsa.

Da-kyung pergunta como ela sabe sobre o lugar deles, você contou a ela? Quanto ela sabe? Por quanto tempo? Isso é tão assustador.

BAR

O namorado ruim vai ao bar e pergunta a um dos garçons onde Hyun-seo está? O barman não parece feliz em vê-lo e diz que ela saiu alguns dias atrás. ele faz sua própria bebida e se pergunta onde ela está.

Então ele liga para Sun-woo e pergunta onde Hyun-seo está. Sun-woo pergunta por que ele está perguntando a ela. Eu pensei que você estava trabalhando juntos? ele pergunta onde está o dinheiro dele? Ela diz que não tem dinheiro, me entregue, eu não ligo.

Ele pede que você não se importe?

Ela diz a ele que ele tem um histórico violento e criminal. se você acrescentar uma ameaça além disso, não vou impedi-lo. Faça o que quiser, não serei apenas uma vítima.

HOSPITAL

Sun-woo começa a trabalhar. Todo mundo sussurra sobre ela assim que ela chega. Ela cumprimentoa as enfermeiras e elas a cumprimenta agradavelmente também. Então Myung-sook sai e diz para ela ir para a página inicial do hospital.

Então Sun-woo vai para a página inicial e lê as postagens.

MS – começou a partir desta manhã. Nosso gerenciador de servidores está apagando, mas está postando mais rápido do que eles podem apagá-lo. esta fora de controle. Eu só sabia disso. Não sei quem fez isso, mas essa pessoa realmente queria estragar tudo. Você consegue adivinhar alguém?

Ela começa a adivinhar algumas pessoas e depois pergunta quem é aquele cara que a visitou, talvez aquele paciente tenha feito isso? O que você vai fazer?

Sun-woo diz a ela que seria bom se você não fosse essa pessoa. Myung-sook diz a ela que ela é sensível demais. Eu me preocupei com você. Talvez algumas pessoas não estejam satisfeitas com o tratamento. Sun-woo diz a ela que tudo ficará bem quando o tempo passar.

Ela chama o advogado. Ele diz que poderia ser o marido dela se começasse da noite para o dia. Se sua reputação for arruinada, seu marido terá a vantagem. Ele não quer desistir de seu filho.

—————–

/ 3 /

ESCOLA

Joon-young fica sozinho na biblioteca pensando. No-eul aparece e pergunta com quem ele quer viver. Você já escolheu? Ele grita com ela, não fale comigo! Então ele vai embora.

Em outros lugares, Tae-oh sai do lugar de Da-kyung. ele diz que precisa cuidar de algo urgente. Ela diz a ele que ela pode conversar com seu pai sobre o dinheiro. Tae-oh explica que ele não vai agradar o relacionamento deles com tanta facilidade, que não podemos falar sobre dinheiro agora.

Ela quer que ele se livre dela primeiro e desista do filho. Ele diz que não pode desistir de seu filho. Ele o trará aqui. Da-kyung pergunta se ele pensa sobre o novo bebê? ele grita que vai cuidar disso.

Mas então o namorado desce as escadas e pergunta onde Hyun-seo está. Da-kyung diz que não sabe. O namorado diz a eles que eles estavam com raiva de si mesmos e não estão dando muita dificuldade para ele. Tae-oh pergunta como eles podem conhecer seu vizinho?

O namorado pergunta, você sabia que sua esposa usou minha namorada para segui-lo por aí? Os dois olham para ele em choque.

YE RIM

Jae-hyuk chega em casa e olha em volta de sua casa. Ye-rim sai, então os dois se entreolham. Ele pergunta, você quer se divorciar?

Ela passa por ele e sobe as escadas. Ela começa a puxar a roupa para ele e a coloca na cama.

JH – Diga-me, eu posso fazer isso por você.

YR – Eu não estou me divorciando. Não tenho emprego nem filho. Se eu me divorciar agora, sou lamentável demais.

JH – Então, por causa de seus pais, os filhos divorciados não receberão dinheiro, é por isso que você está me dando um tempo?

Ela lhe entrega sua camisa, ele joga fora.

JH – Então o que você quer fazer?

YR – Seja qual for o seu coração, faça melhor como marido e me ajude a engravidar.

Ele zomba, mas depois diz: tudo bem. Não vou namorar nenhuma outra mulher, mas não bebê. Ela o encara.

HOSPITAL

Todos os pacientes de Sun-woo cancelaram suas consultas para que ela não tenha pacientes. Mas Dong-sik está lá, aquele que enlouqueceu em seu escritório. As enfermeiras não sabem o que fazer. Yoon-ki aparece e diz que ele pode estar lá com ela também.

Corta para Dong-sik sentado em seu escritório. Yoon-ki está na porta. DS pergunta a Sun-woo se é verdade que ela não queria apresentar queixa ou algo contra mim? Eu vim aqui para me desculpar. Vou fazer o que você me disse e ver um neurologista. Ela diz a ele que é uma boa decisão, espero que você seja tratado.

Ele começa a sair e se vira para dizer que ela é uma boa médica. ele queria dizer isso a ela. ele vai embora.

Yoon-ki entra e diz a Sun-woo que não foi ruim. Ela pergunta, você disse a ele para dizer isso? ele diz que não. Ela recebe uma ligação, parece importante.

Ela se encontra com o diretor que disse que alguém está procurando por ela. Ela olha no escritório dele e vê o namorado sentado lá com o marido.

O namorado diz ao diretor que ele contou tudo a ele, então com licença. Ele sai e diz a Sun-woo que ela deveria ter lhe dado o dinheiro quando ele pediu.

O diretor pergunta: você o ameaçou? Isso é verdade? E você foi violento com ele? Sun-woo diz ao diretor que ele bateu no paciente dela, foi autodefesa. O diretor pergunta: você usou o paciente para seguir seu marido?

Tae-oh pergunta, como você pode usar um paciente para me seguir? Você é uma médica. Então ele diz ao diretor que ele realmente se preocupa com ela. Você viu as postagens na página inicial.

Sun-woo diz ao diretor que eles precisam verificar para ver quem postou. Porque alguém fez isso maliciosamente. Tae-oh diz a ela que ela machucou a reputação dele, há quanto tempo você pensa em se divorciar?

O diretor pergunta: você está se divorciando?

Ela diz a ele que essa é sua vida pessoal. Ele diz a ela que ela pode ser indiciada! Se alguém souber que você usou o paciente para seus assuntos pessoais, pode ser um grande problema para nossa imagem.

Ela diz para ele, me demitir ou me impedir de trabalhar. Eu vou levar isso. Mas você pode desculpar a pessoa que não faz parte deste hospital? Tae-oh ri e diz que tudo bem, eu tive um caso, isso é culpa minha. Mas me seguindo e me espionando. Violência? Ameaçando? Isso não é normal. Você não é normal. Como posso confiar em você para criar Joon-young.

Sun-woo pergunta, então você fez isso por Joon-young? Você me deixou louca para poder tirar Joon-yong de mim? Ele sabe que seus pais morreram em um acidente de carro? Você contou a ele o motivo da morte deles? Você me disse que sua mãe estava estranha naquele dia.

Ela murmura para ele calar a boca.

TO – Você me disse que ela estava estranha naquele dia porque sabia que seu pai tinha outra mulher. Ela estava tendo dificuldades e acabou de fazer.

Sun-woo dá um tapa forte nele.

TO – Tem certeza de que não será como sua mãe? Diretor, posso pedir sua estabilidade mental? Acho que preciso ir a tribunal por custódia.

SW – Seu idiota. Não vai acontecer como você quer.

Ela sai em disparada. Yoon-ki ouviu muito disso na porta. ele também impede Tae-oh de sair momentaneamente da sala para que Sun-woo possa fugir. Sun-woo corre pelo corredor. Tae-oh começa a correr atrás dela, mas não sabe para onde ela foi.

Sun-woo chega ao carro e rapidamente entra. Ela vê o marido chegando e sai. Ela quebra o espelho retrovisor enquanto faz isso e vai embora correndo.

Ela corta o tráfego na rua. Tae-oh a segue e corta o tráfego ele mesmo.

Tae-oh a alcança na luz. ele abaixa a janela e começa a perguntar a ele o que ela está fazendo! O que você está planejando fazer!

As luzes ficam verdes, ela decola e bate na porta do carro.

—–

 

/ 4 /

COLÉGIO

Sun-woo vai para a escola do seu filho e o tira da aula de música. Ela está abraçando e bufando como ela faz.

Tae-oh chega à escola e pergunta ao professor de Joon-young onde ele está. Ela diz a ele que sua mãe o levou. Ela pergunta o que aconteceu. Ele não pode explicar e sai.

No carro, Joon-young pergunta à mãe o que está acontecendo. Ela está muito focada para responder.

Tae-oh verifica o localizador de telefone celular de seu filho e sai. Ele começa a subir a costa para encontrá-los. ele chega a um trecho em que a rodovia está fechada, mas foi aberta. Ele dirige para dentro.

Enquanto isso, Sun-woo pegou o telefone de seu filho, ela sabe que o pai o localizará com ele. Joon-young grita para lhe dar seu telefone! Ele tenta tirá-lo e o carro desvia. Ela joga pela janela. ele pergunta o que está acontecendo? Eu vou ligar para o pai! ele pega o telefone dela para ligar para ele. Ela tenta afastá-lo. Ele grita que sua mãe está louca!

Tae-oh atende o telefone, Joon-young tenta gritar por seu pai. Mas Sun-woo precisa desviar para não atingir os trabalhadores da construção. Ela bate nos intervalos e o carro pára de repente. Ela começa a se recompor e diz ao filho para desligar o telefone. Chorando, ele faz.

Tae-oh pula o carro e chama a polícia. ele grita para eles que a mãe do filho o levou embora. Eu não posso falar com eles! Eu acho que eles sofreram um acidente, você pode investigar? O que? Preciso ligar para você após o acidente? Olá? Olá?

Ele arfa algumas vezes e se ajoelha no chão para pensar. Mas então ele pensou em voltar para o carro e decolar.

Enquanto isso, Sun-woo ainda está dirigindo pelp acostamento com seu filho. Ela lentamente pára o carro e diz a Joon-young para sair. Ele não, então ela caminha para o lado dele e lentamente abre a porta. Ele pula para fora, mas não olha para ela.

Ela caminha na frente dele e tenta pensar na melhor maneira de falar com ele enquanto ela suavemente segura as mãos dele.

SW – Joon-jovem

Ela o acompanha suavemente para olhar o mar (ou talvez um lago).

SW -… . A mãe está com muita raiva. * ela o abraça * peço desculpas por ter gritado com você e jogado seu celular fora. Também sinto muito por ter trazido todo o caminho até aqui. Você sabe por que estou fazendo isso.

JY – O pai conheceu outra mulher. Qual é o problema?

SW – Seu pai nos traiu. Você sabe disso.

JY – Ele te traiu, não eu.

SW -Ela tem um bebê agora. Seu pai não precisa mais de nós, Joon-young.

JY – * chocado * Então, ele vai morar com ela? Esse bebê é mais importante que eu?

SW – * abraça-o * Está tudo bem, podemos ser felizes juntos. Está tudo bem sem o pai.

JY – * levemente a afasta * Não, não quero morar com você sozinha.

SW – você não quer?

JY – Não se divorcie. * soluçando * Você pode dar um tempo ao papai. Perdoá-lo.

SW – * balança a cabeça * não posso. Seu pai decidiu morar com aquela mulher.

JY – Como posso viver sem o meu pai? Você está sempre ocupada, o trabalho é mais importante que eu. O pai está sempre comigo, não você.

SW – A mãe vive minha vida assim para quem? Era para você. Eu queria fazer tudo por você. Você é a pessoa mais importante para mim. Você não sabia disso?

JY – não minta. Eu vou até o meu pai. Onde está o papai?

Ele começa a fugir. Ela o agarra.

SW – se você for para o seu pai, eu estou morta. Você ainda quer ir para o seu pai? Você não se importa com a morte da sua mãe! * abraça-o * Me diga que você vai morar com a mamãe!

Ela começa a sacudi-lo e grita para ele contar! Ele está perigosamente perto do penhasco e escorrega.

—————–

/ 5 /

POLÍCIA

A polícia vai para tae-oh na montanha e dá a ele o celular de seu filho. Dizem a ele que verificaram o último sinal disponível e o encontraram aqui. Não há acidentes relatados. Achamos que ele está com a mãe, por que não espera em casa. eles partem.

Sun-woo liga para ele imediatamente e diz para ele voltar para casa, vamos conversar lá.

Ele dirige para casa rapidamente e estaciona ao lado dela, parecendo carro. Ela espera por ele lá dentro.

ele entra e grita, onde está Joon-young! Ela não responde. ele olha em volta da casa para ele e depois desce as escadas.

TO – Onde está o Joon-young?

SW – Você realmente quer morar com Joon-young? Esse B * também quer isso? Ele deveria chamar aquela mulher de mãe?

TO – Eu disse que sinto muito, quanto tenho que pedir desculpas a você?

SW – Você não sabe? Você nunca disse que sente muito. Está tudo pronto. Você não verá mais Joon-young.

TO – Do que você está falando?

SW – Tentei esquecer a umma. Você me lembra dela.

TO – Apenas me diga onde Joon-young está, pare de besteira! O que você fez com ele?

SW – você é quem está errado. Ele estava do seu lado.

TO – Pare de falar sobre coisas malucas, se você não quiser morrer por mim.

SW – sim, apenas me mate, eu não quero mais viver.

ele agarra o cabelo dela.

TO – Não, você não deveria ter feito isso. Diga-me que não!

SW – * Agarra-o * Se eu posso fazer você sofrer, então eu posso fazer qualquer coisa. * toca seu rosto * Então, como é viver toda a sua vida perdendo seu filho? Você me fez assim, ok?

Ele começa a sufocá-la com força.

Morrer.

Ele continua a sufocando e dizendo para ela morrer. os olhos dela se arregalam. ele a joga contra a TV, ela cai no chão. ele começa a soluçar. Então ele se aproxima dela novamente. A cabeça dela está toda ensangüentada.

ele a empurra contra a foto do casamento e começa a sufocá-la novamente com uma mão, depois faz um buraco na foto do casamento. Ela cai no chão e pode ter desmaiado.

ele cai no chão e chora.

A porta se abre. Joon-young entra e vê essa loucura. ele olha para o pai que está chorando no chão. Então ele olha para sua mãe, que parece morta. Tae-oh o vê e felizmente agradece a Deus por ele estar bem.

Ele começa a se aproximar de Joon-young. Mas Joon-young olha para ele e Sun-woo. Tae-oh diz a ele que não é assim. Joon-young diz para ele não chamar o nome dele. Eu não sou mais seu filho.

Ye-rim entra logo em seguida e corre para Sun-woo. Ela tenta proteger levemente a cabeça. Joon-young caminha até ela e segura levemente a mão dela. Ela desmaia novamente. Ye-rim chama 911.

ADVOGADO

Sun-woo olha pela janela para o escritório de advocacia. O advogado dela diz que ela conseguiu tudo o que solicitou no acordo. Você também recebeu uma ordem de restrição.

Sun-woo ainda tem hematomas no rosto. Ela coloca um carimbo nos documentos. O advogado lhe dá os parabéns, você conseguiu. Ela solta um suspiro de alívio.

Tae-oh deixa a sede da polícia. Ele parece um homem quebrado. ele vai para o escritório da empresa. Todo mundo se foi e o escritório está completamente desarrumado. Em um dos envelopes, há uma ordem judicial para reintegração de posse.

Corta para Hyo-jung olhando tristemente pela janela.

Então vemos BK se desculpando com Sun-woo por sua esposa postar todas essas informações no site da empresa. Ele diz que ela ficou chocada demais naquele dia. Sun-woo o ouve em silêncio. Ambos estão do lado de fora da casa dela.

BK continua se desculpando.

BK – Você pode parar, mesmo que seja apenas no papel, pode parar de processar Da-kyung por ter um caso? O que eu posso fazer?

SW – Você está sugerindo um acordo para mim?

Todo mundo aponta o dedo para Da-kyung enquanto ela faz compras no supermercado. Ela está grávida. Ela tenta não prestar atenção neles enquanto faz compras. Quando ela vai pagar, o caixa diz que seu cartão foi parado.

Da-kyung vai até o pai e diz que ele não deve suspender o cartão de crédito dela. Ele pergunta, você disse que eu não deveria importar nos seus negócios? Você não dá dinheiro?

DK – Você realmente tem que fazer isso! … pai…. Você pode ajudar Tae-oh? Ele é talentoso. Ele terá sucesso se você apoiar um pouco.

BK – Esse cara talentoso é um parasita em sua esposa! Da-kyung, você não sabe como as pessoas são! Se você vai falar sobre isso, então vá embora. Eu não tenho filha.

Ela se ajoelha para implorar a ele.

DK – pai, por favor …. pai, por favor.

BK – * se ajoelha com ela * Não é tarde demais, apenas termine as coisas com ele. Se você fizer isso, eu cuidarei de você e do bebê. Apenas me escute, ok?

DK – Eu o amo. Eu não posso terminar com ele.

BK – Ele bateu na esposa na frente do filho! E ele foi preso! Amor? Você está louca!

DK – Não foi assim! Ela planejou tudo. Pai….

ele continua olhando para longe.

DK – Ok, você não tem mais uma filha. Eu nunca voltarei.

Ela sai.

—————–

/ 6 /

LAGO

Sun-woo fica do lado de fora no lago. Hyun-seo senta-se com ela.

HS – Eu processei o Park In-kyu por violência. Ele já tem um histórico criminal e não sai muito facilmente.

SW – Bom para você.

HS – Obrigado por toda a sua ajuda.

SW – Eu não fiz nada. Você fez tudo.

HS – Mas você me mostrou como sair dessa situação.

SW – Eu usei sua situação.

HS – Eu disse para você me usar para qualquer coisa.

SW – Por que você fez isso?

HS – E o seu médico? Você foi a primeira pessoa que me ajudou quando fui atingido. Posso perguntar por que você me ajudou tanto?

Sun-wo não diz nada.

Mais tarde, ela se encontra com Yoon-ki. Eles se sentam em um banco juntos fora do trabalho.

SW – Nosso diretor cometeu um grande erro. seu departamento psiquiátrico vai perder muito dinheiro.

YK – * sorri * Bem, para manter meu emprego, devo sair e ser vendedora? * risadas * Você sabe, se divorciar é como uma guerra. Não há vencedores nem perdedores. Eu sei disso porque passei por isso. Seja qual for o processo, agora eu sei a base do seu trauma, então por que você não é tratado? Na verdade, fui bastante reconhecido em Seul.

SW – Você tem alguma experiência com alcoólatras? Eu tenho alguém para lhe apresentar.

ESCRITÓRIO

Sun-woo agarra o casaco no escritório. Myung-sook espia a cabeça e pergunta como estão suas feridas. Sun-woo diz a ela que todos estão curados. Myung-sook diz: como ele ousa bater em você, você pode viver com um homem que está tendo um caso, mas não com alguém que usa violência.

Sun-woo pede desculpas por estar com raiva dela. Myung-sook diz que é ela quem está arrependida. Eu fiz muitas coisas erradas. Você ouviu isso? Tae-oh está saindo de Kosun. Neste mundo pequeno, todo mundo sabe sobre ele, então como ele pode continuar morando aqui. Ele está indo a algum lugar que ninguém o conhece. Parabéns pelo seu novo começo. Encontrar um bom homem.

Sun-woo sorri e diz que está cansada dos homens agora. Ela sai.

Quando chega em casa, vê Ye-rim jardinando do lado de fora de sua casa. Ainda é um pouco estranho entre ela. Parece que elas querem conversar um com o outro, mas não sabem o que dizer.

Então Jae-hyuk chega. Ye-rim olha para ele subindo. Ele a ajuda na jardinagem. Ela suspira e vai embora.

Dentro de sua casa, Sun-woo diz ao filho que ela está de volta em casa.

Eles saem para um café em outro dia. Ambos estão desfrutando agradavelmente de suas bebidas.

VO – Qual foi o tempo que passamos juntos? O que nos fez empurrar um ao outro cruelmente?

Ela sorri olhando para ele. Então ela vê Da-kyung, super grávida e procurando um táxi. ela olha para ela segurando sua barriga. Da-kyung também a vê. Então Tae-oh sai de seu carro chique para buscá-la. É o carro de Da-kyung.

Ele olha para Da-kyung olhando do outro lado da rua, então ele também olha e vê sua ex-esposa e filho. O filho não o vê. Ele ajuda Da-kyung a entrar e eles partem.

VO – Amor, ódio, eventualmente, há muitas perguntas na minha cabeça porque somos humanos. Agora não vou mais perguntar.

—————–

/ 7 /

2 ANOS DEPOIS

Um grupo de pessoas começa a se preparar para o Natal no hospital de Sun-woo. Eles estão tendo um evento com a associação de mulheres de suas cidades. é um evento de bazar no mercado de pulgas que tem um exame de saúde gratuito.

Vemos alguém preparando convites. Não tem nada a ver com este evento hospitalar.

No hospital, os pacientes realizam os exames. Sun-woo verifica a respiração de Yoon-ki com seu estetoscópio. Ele pergunta se é ruim? Devo ser hospitalizado?

Ela diz a ele que ele ainda está com febre. Vamos tomar o remédio por mais alguns dias. Ele pergunta como é a insônia dela. Ela diz que está lidando com isso, isso não afeta sua vida cotidiana.

ele pergunta se ela está cuidando disso com drogas? Você diagnostica isso sozinho e prescreve medicamentos? Ele fala sobre isso por um momento e depois diz a ela que namorar é uma maneira saudável de aliviar a insônia, o que você acha?

Ela olha para ele e pergunta: você é bom em cuidar da insônia de alguém com uma tentativa? ele pergunta com confiança, por que você não confere? Ela diz que pode experimentar, mas não sei quando será. De qualquer forma, obrigado pelo seu conselho.

Ele sorri e sai.

COLEGIAL

Joon-young joga alegremente seus videogames com seus amigos. Sun-woo envia uma mensagem de texto para ele para saber como ele está e como foi o exame, por que ele não está respondendo e se está saindo com os amigos. ele ainda não respondeu aos textos dela.

Sun-woo envia outro texto e começa a sair.

Alguém vê o convite em sua mesa que diz “Bem-vindo de volta”. É o Myung-sook? Ela sai correndo para conversar com Sun-woo, mas esconde o convite nas costas.

Ela diz a Sun-woo para não confundir o que ela diz e pergunta quanto tempo o orador restritivo está com Tae-oh? Faz dois anos e quase terminou. Sun-woo diz que ela realmente não percebeu. Por quê?

Myung-sook pergunta se Joon-young entrou em contato com seu pai? Sun-woo diz que odeia o pai. Myung-sook está segurando o convite nas costas e diz que é bom.

Sun-woo sai.

Em outros lugares, Ja-hyuk volta para casa. Parece que o relacionamento dele e de você é muito melhor. Ela está feliz que ele está em casa e ele parece feliz em vê-la também. ele vê o convite e pergunta o que é. Então ele abre.

Ela diz que não vai, e você? Ele diz que não está indo, por que eu deveria? Eu tomarei um banho. Ele deixa o convite em cima da mesa e vai para o banho. Ela olha para cima como se estivesse no fundo.

Em casa, Sun-woo finalmente pega o filho. Eles conversam sobre a escola e um novo bairro que Sun-woo diz que ela foi conferir. ele diz que gosta da casa deles. Ela diz que sim, eu sei que não quero me mudar.

Enquanto conversava com ele, ela olha para o correio e vê o convite de boas-vindas de volta apenas para Joon-young. E, na verdade, o bairro caro para o qual ela acabou de ir é onde o convite é. A casa na capa é aquela casa.

Corta para Tae-oh, saindo do carro na frente daquela casa. ele parece super bem sucedido.

Sun-woo não pode acreditar no que está olhando. o filho dela pergunta se ela ainda está ao telefone? Preciso desligar.

Tae-oh olha para o lado, ele é fabuloso.

Sun-woo olha para o convite. É um convite de casamento que mostra uma linda Da-kyung, Tae-oh, e seu bebê bebê.

EPISÓDIO 7 PREVIEW

Tradução do inglês

Cara – ouvi dizer que ele voltou.

YR – A cidade inteira fala sobre o filme de Lee Tae-oh e seu retorno.

TO – Ei, você parece bem. Eu sabia que você ainda era legal.

SW – O que você quer?

TO – Ei, acabamos de nos conhecer depois de um tempo, não devemos fazer isso.

MS – Eles convidaram todos de Ko Sung. Talvez ninguém venha.

* Todo mundo vem *

DK – Eu sabia que você era uma ótima pessoa, mas não esperava tanto.

Mulher – Se o vice-diretor vir isso, ficará com um pouco de inveja.

SW – Como você planeja voltar aqui?

TO – Há razões pelas quais eu voltei para Ko Sung. Eu tenho que retribuir o favor a quem devo.

 

Fonte: Dramamilk.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: