20/10/2021

COMO “THE WOLRD OF THE MARRIED” ESCAPOU DE SER UMA HISTÓRIA DE TRAIÇÃO CLICHÊ

À primeira vista, a nova série da JTBC de sexta-feira a sábado, “The World of the Married”, parece apenas mais um drama de TV coreano comum, mas este parece estar tomando um caminho diferente.

Ji Sun Woo, interpretada pela atriz veterana de 53 anos Kim Hee-ae, é simplesmente perfeita: um médico estabelecido no trabalho, uma esposa ideal e uma mãe amorosa. Ela enfrenta uma crise pessoal na vida quando descobre que seu marido Tae Oh está tendo um caso.

A série não se arrasta, com a história clichê do traído com dúvidas, depois tentando ter fé sem sentido no parceiro e rastreando evidências do caso extraconjugal. Em vez disso, o caso é totalmente revelado no primeiro episódio.

“O fato da traição ser revelada no primeiro episódio mostra que a própria traição não é o que a história irá expandir, mas é apenas o motivo da história, que se concentra no personagem principal e nos relacionamentos que a rodeiam”, o crítico de drama de TV Yun Suk Jin disse ao Korea Herald.

O direto da JTBC Mo Wan Il declarou um sentimento semelhante sobre o drama, que foi adaptado da mega-série da BBC “Doctor Foster”.

“Enquanto o enredo original está mais focado no personagem principal, ao adaptar o enredo para o drama coreano, queríamos retratar um turbilhão de emoções para se enfurecer com o personagem principal e as pessoas ao seu redor”, disse Mo durante uma entrevista coletiva prévia no dia 26 de março.

Com o episódio inicial da temporada de 16 episódios, “The World of the Married” fez um pouso suave na tv, com 6,26% de audiência no primeiro episódio, obtendo uma vantagem mesmo em comparação com “SKY Castle”, que continua sendo o drama mais popular da tv a cabo coreana.

Enquanto os episódios seguintes retratam Sun Woo planejando meticulosamente sua vingança contra Tae Oh, enquanto ela fica de cabeça fria mesmo quando ela enfrenta sua jovem amante Da Kyung, as classificações aumentaram para o episódio, marcando sua maior audiência de 14% no quarto episódio que foi ao ar no sábado.

A história se transforma em um suspense psicológico, enquanto Sun Woo rejeita se tornar a trágica protagonista traída por seu marido, mas decide se encarregar da situação livrando Tae Oh de uma vida em que tudo o mais permanece próximo da perfeição.

Ela até o trai com seu amigo e gerente de contabilidade de Tae Oh, Je Hyuk – não por vingança emocional por Tae Oh, mas para prender Je Hyuk a fornecer os documentos financeiros de Tae Oh.

Aqui, Sun Woo vai um passo além para esmagar estereótipos, dizendo ao Je Hyuk: “Não é que as mulheres não saibam como trair. Estamos apenas tentando manter a fé.”

“Trair por si só é antiético, mas a curiosidade que todos têm sobre algo considerado tabu – que eles mesmos não cometeriam, mas se perguntam – faz com que as pessoas continuem assistindo ao programa”, disse o crítico de TV Yun, que também é professor na Universidade de Chungnam.

Quanto à forma como a história se desenrolará, ele acrescentou: “Como ‘The World of the Married’ não é apenas mais um jogo de justiça prosaica, não mostrará Sun Woo se vingando facilmente de seu marido. É previsível que os seguintes episódios tenham uma reviravolta para Sun Woo, já que o drama pretende mostrar a ela, que é aparentemente perfeita do lado de fora, como apenas mais uma pessoa comum com desejos reprimidos dentro dela.”

Os atores Park Hae Joon, Han So Hee e Kim Young Min, respectivamente, assumem os papéis de Tae Oh, Da Kyung e Je Hyuk.

O quinto episódio de “The World of the Married” vai ao ar às sexta-feiras e sábado as 22h50.

Fonte: Koreaherald.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: