27/11/2021

Resenha: 365: Repeat Of The Year

Ficha Técnica:

Nome: 365: Repeat Of The Year / 365: 운명을 거스르는 1년
Diretor: Kim Kyung Hee
Roteirista: Lee Seo Yoon e Lee Soo Kyung
Gênero: Thriller, Mistério, Drama e Fantasia
Rede: MBC
Data de lançamento: 23 de março de 2020 a 28 de abril de 2020
Idioma: Coreano
País: Coréia do Sul

Sinopse: Hyeong Ju é um detetive da polícia que enfrenta o trabalho árduo por pura lealdade aos seus companheiros de esquadrão. No entanto, um de seus colegas morre e ele perde toda a motivação na vida, entrando em desespero. Ga Hyeon, uma popular artista de Webtoon, é a autora de um Webtoon de suspense chamado “Assassino Escondido”. Sua vida é uma repetição de investigações e transformar essas histórias em arte, mas ela possui o seu melhor amigo e namorado ao seu lado. Então, um acidente repentino lança a vida dela em um período de escuridão. Quando Hyeong Ju e Ga Hyeon estão absolutamente mais por baixo, cada um recebe um telefonema misterioso. A pessoa que liga oferece a alternativa de repetir o ano anterior. O que eles escolherão?

Esse texto pode conter spoilers.

Se você tivesse a oportunidade de repetir o ano anterior, qual seria a sua escolha? É uma pergunta difícil de ser respondida quando feita dessa maneira, concorda? Vamos reformula-la. Se tivesse acontecido várias coisas na sua vida que mudou completamente a mesma em um período de um ano e você tivesse a oportunidade de repetir o ano, você repetiria? Agora a pergunta ficou um pouco mais fácil de ser respondida, certo? Ou talvez você voltaria só para ganhar na mega sena, passar no vestibular entre outras diversas coisas que voltar um ano possibilitaria. Esses são os casos de alguns dentre as 10 pessoas que resolvem voltar no tempo. Uns voltam para consertar erros, outros voltam para mudar de vida, outros voltam para evitar acidentes, mortes, mas o que todos têm em comum para que fossem agraciados com tamanha sorte? Será que foi coincidência ou tem um grande X da questão no meio disso tudo? É exatamente isso que acompanhamos ao longo de todos os 24 episódios presentes nesse drama. Mistérios, Plots Twists a cada episódio de explodir a cabeça, ótimas atuações, ótimo roteiro, ótima direção entre outros aspectos resumem bem o que esse drama é. Falaremos um pouco sobre cada uma dessas perguntas e aspectos ao longo dessa análise crítica.

Opinião

Este texto será baseado na minha opinião ao ver o drama. Quem não viu, tire um tempo e veja. Tentarei não dar muitos spoilers ao passo que escrevo o texto, mas ainda assim é impossível não soltar alguns, então quem não gostar de spoilers, veja o drama, como falado acima, e depois retorne aqui para ler o texto. Uma pequena observação do bem: Vocês não irão se arrepender de ver esse drama!

Como já foi bem falado na introdução desse texto o drama acompanha 10 pessoas que repetidamente recebem a oportunidade de repetir 1 ano de suas vidas. Oportunidade essa perfeita pelos motivos que apresentei acima. Só que sabemos que nessa vida a maioria das coisas não vem de mãos beijadas. A maioria das coisas sempre precisam ser pagas por um determinado preço… Não é diferente aqui! Ao longo da trama somos apresentados aos motivos e os porquês daquelas pessoas terem sido escolhidas. O preço que elas precisavam pagar é com suas próprias vidas.
Um a um vai morrendo e faz, tanto os personagens que vão sobrando ficarem questionando, quanto nós como telespectadores criarem diversas teorias do que está acontecendo, é explosão de cabeça por cima de explosão de cabeça. Muitas perguntas vão surgindo e o drama nos imergi totalmente em um clima thriller com muito mistério que você passa até a desconfiar de você mesmo. O drama vende isso tão bem que a cada Plot Twist é um sentimento diferente, nada é previsível nesse drama. O sentimento de que tudo pode acontecer e de que todos podem morrer a qualquer momento é algo presente em todos os episódios da trama e todo esse sentimento é trazido de uma forma super convincente. O drama me trouxe uma vibe um pouco do livro “E não sobrou nenhum” da famosa escritora Agatha Christie. Todo o mistério em cima das mortes, sobre quem seria o assassino, entre outros fatos. Tudo isso incluso em uma trama envolvendo viagens no tempo. Não tinha como dá errado, certo? Comentaremos mais sobre isso no tópico “Roteiro” a seguir.

Roteiro

Toda vez quando eu vejo alguma coisa envolvendo viagem no tempo eu já fico com aquele pequeno receio, as chances de uma história que tem como base viagem no tempo dá errado é muito grande. Todavia, 365: Repeat Of The Year consegue trazer um roteiro que nos faz acreditar em cada coisinha do que eles estão mostrando. A viagem no tempo não é um fator muito presente na história, ela precisa existir para que a história aconteça, mas não é algo que vai ganhando importâncias em ser explicada pelo roteiro ao longo da trama, muita coisa precisa ser deduzida por nós, telespectadores, ao passo que assistimos ao drama. O que não é um coisa ruim no meu ponto de vista. Muitas vezes precisamos utilizar da “Suspensão da Descrença”, em algumas obras, ou seja, acreditar na premissa que a obra está nos trazendo mesmo que elas pareçam de certa forma impossíveis, fantásticas etc.

Contudo, temos algumas menções a viagem no tempo e nesses momentos somos apresentados um pouco a como os roteiristas veem essa questão da viagem no tempo. A questão de que 1 pessoa pode estar diretamente ligada ao futuro de diversas outras. Se 1 pessoa é responsável por matar várias e tirarmos ela da equação logo essas diversas pessoas não terão mais um fator que as levarão a morte, então sobreviveriam. Esse é um dos conceitos que eles utilizam na trama e um dos principais que fazem a história caminhar. Todos os que foram escolhidos em alguma outra linha temporal vieram a morrer e o motivo que levaram elas a serem escolhidas era que todas tinham em comum o seu assassino. Se ele fosse retirado da equação, todos viveriam e se ele não fosse tirado, todos morreriam. Todo o “Reset”, como eles falam, não tinha como objetivo ajudar ninguém, era só um grande plano de um dos personagens para alimentar o seu lado psicopata ao brincar com vidas alheias.

O roteiro desse drama tem muitas camadas e por tratar de uma coisa tão complexa como viagem no tempo, ele precisa mesmo! Todas as coisas vão sendo explicadas para nós de uma forma bem natural. Os mistérios vão sendo respondidos e outros vão sendo criados. Muitas pessoas podem achar isso cansativo, mas aqui isso é essencial para a história seguir. Toda vez que um mistério vai sendo respondido um Plot Twist aparece mudando drasticamente toda a história. Do começo ao fim o roteiro segue todos os aspectos definidos no começo do drama, fato esse muito bom já que muitos outros shows, que envolvem viagem no tempo, acabam se perdendo em algum momento de seu roteiro.

A todo momento o roteiro vai construindo e descontruindo os personagens. No começo temos certo conceito sobre X personagem e no meio do drama temos outro conceito e no final acabamos por construir um outro conceito. A todo momento que o roteiro vai nos mostrando as verdades por trás dos mistérios a nossa visão de alguns personagens muda drasticamente. Estão conseguindo captar a imersão que esse roteiro incrível nos proporciona na história? Tudo isso nos leva a querer muitas vezes entrar dentro da história e proteger alguns personagens ou dá umas sacudidas para alguns deixarem de ser tão loucos e psicóticos.

Todo o roteiro tem um desenvolvimento incrível, de cair o queixo. Tudo ao longo da trama faz sentido, em nenhum momento o drama se perdeu, na minha opinião, tudo foi devidamente encaixado dando origem a um roteiro incrível. Um dos melhores dramas dessa primeira metade de 2020.

Personagens

Além do tópico roteiro esse é um outro tópico que literalmente faz o drama ser tão bom quanto ele é! Todos os personagens tem um peso absurdo para a trama. Muitos dos personagens que no inicio aparentavam ser secundários tiveram grandes importâncias no final da história. Um exemplo é o personagem Hwang No Sub, o dono do café onde todos se reuniam, para mim, no início ele pareceu ser o mais inocente, mas era simplesmente o personagens mais sombrio de toda trama, estando por trás de todo o jogo mortal que foi a volta no tempo e o motivo para o personagem fazer tudo isso, desde a mortes de pessoas inocentes, manipulações, mentiras entre todas as outras diversas coisas de congelar a espinha, foi simplesmente porquê ele estava entediado e decidiu brincar com a vida das pessoas. Esse Plot Twist foi um dos mais pesado para mim. É surreal pensar que alguém poderia ir para um caminho desses. Outro exemplo muito importante é o personagem Park Sun Ho que é o detetive e melhor amigo do protagonista. Creio que esse foi o Plot Twist mais mind-blowing de toda a série, acho que ninguém esperava que ele era o serial killer e responsável por matar todos que voltaram no tempo.

Com isso podemos concluir que toda a construção do drama dá uma atenção muito grande mesmo aos personagens que são considerados “Secundários”.

Na parte dos personagens principais, não tem nem o que falar! Todos os três principais foram incríveis. Os dois protagonistas aqui trazem um teor mais investigativo, policial para o drama. Eles são aqueles que descobrem que tudo aquilo é um jogo mortal e que tem várias pessoas tentando mata-los e eles não aceitam isso de jeito nenhum! A interação entre eles é algo muito boa, cada um se mostra necessário a todo momento.

Atuação

Mais um tópico onde o drama acerta em cheio! Atuação aqui é muito boa. Como foi bem falado anteriormente o drama trás uma ambientação de mistérios, crimes etc. Toda atuação acaba por ajudar mais ainda na nossa imersão dentro da trama. A atuação dos atores nos proporciona todo o tipo de sentimento ao longo desse drama. Sentimos: Raiva, ódio, carinho, pena, empatia entre diversas outras coisas.

Um dos destaques aqui para mim de longe é a Nam Ji-Hyun como Shin Ga Hyeon. Ela está sensacional nesse drama! Estamos acostumados a ver ela mais em comédias românticas e dramas mais descontraídos e aqui ela veio com tudo para provar que pode fazer dramas mais sombrios! Ela está incrível aqui nesse drama e espero que ela venha fazer mais dramas com esse tipo de ambientação e roteiro.

Outro destaque é o ator Lee Joon Hyuk. Ele está muito bom em atuação nesse drama também. Eu não conhecia muito o trabalho do ator além de alguns dramas que ele não era o protagonista, mas nesse aqui tive a experiência completa de quão bom ele é atuando. Algumas cenas envolvendo ele é de tirar o fôlego. Muitas vezes sentimos o que o personagem dele está sentindo, ele consegue ser extremamente convincente. O roteiro o ajuda muito o dando diversas cenas onde ele pode explorar o quão bom ele é na atuação.

De resto todos os outros atores entregam trabalhos muito bons que ajudam a série a ser tão boa quanto ela é.

Conclusões

365: Repeat Of The Year foi uma grande surpresa para mim e tenho certeza que foi uma grande surpresa para vocês também. Um drama incrível com uma premissa incrível. O roteiro, atuação e diversos outros fatores o fizeram ser tão incrível quanto ele é. É um drama que vale todo o nosso tempo gasto ao assisti-lo.

O final da obra é muito bom. Tudo é bem fechadinho. O romance não foi prometido, mas no final eles ainda dão um gostinho do romance para nós imaginarmos como poderia ser. Então fiquem a vontade para imaginar toda a vida junta dos nossos protagonistas.

Deixe as suas conclusões ao assistir ao drama abaixo. ^^

Minha Nota: 10/10


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores originais e não refletem necessariamente a opinião das Coreanas de Taubaté.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: