28/10/2021

BORN AGAIN – EPISÓDIOS 1-4

🚨ALERTA DE GATILHO VIOLÊNCIA INFANTIL 🚨

Comecei Born Again e agora? os 4 primeiros episódios teve de tudo um pouco, serial killer, assassinato, suicídio, violência infantil e por aí vai, um roteiro bem vasto não mesmo? Sai de Memorist e cai em Born Again que passa uma imagem de nos fazer querer ter pena do cara “mal”, confesso que foi um pouco demais para mim, principalmente quando cheguei no final do episódio 4 e me perguntei “ué gente, mas o que está acontecendo aqui?” Não é spoiler, todo mundo morre e foi um negócio bem estranho, achei que ia ter uma produção a mais, mas vida que segue. Vou abrir um parênteses aqui para comentar sobre a violência infantil, fiquei extremamente gatilhada com aquela “mãe” falando o que fazia com a criança e como ele morreu chamando o nome dela, sinceramente não sei se foi uma cena muito necessária, mas foi isso que deu o impulso para “O projeto de Heathcliff” como diz nossa amiga Giovanna, matar a senhora lá. Me questionei se por acaso o Ji Cheol sofria de transtorno esquizoafeitvo, já que ele via o pai dele algumas vezes, como se já não bastasse, mais um problema para a conta. O episódio 4 terminou com todo mundo se encontrando depois de 30 anos para começar a guerra novamente.

Ponto positivo: amo, simplesmente amo quando mostram as coisas antigas, ônibus antigo, carro antigo, ruas antigas, estou vendo muito isso em When the love blooms e estou amando.

Ponto negativo: houveram algumas coisas que me deixaram bem intrigada e me perguntando se realmente aconteceu, como um rapaz chegar todo sujo de sangue com uma moça desmaiada nos braços e isso não ter levantado suspeita nenhuma, a Ha Eun ter ido visitar o Ji Cheol na cadeia e acreditando veementemente que ele era inocente, entre outras coisas. Esse foi meu ponto de vista assistindo ao drama.

Moral da história: já dizia Luan Santana “Eu amando ela, ela amando outro tô aqui tremendo, sofrendo feito um louco”. Apesar de eu ter achado a trama um tanto estranha e bizarra, mas o drama está só no começo e ainda tem muita coisa para rolar, e eu preciso assistir os episódios que já lançaram, vamos dar um voto de confiança. Eu procurei informação da roteirista e não achei, provavelmente é seu primeiro drama, segura na mão de Deus e vai crianças, esperamos que corresponda às nossas expectativas.

Onde assistir: Kocowa e Viki

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: