27/10/2021

FIND ME IN YOUR MEMORY – EPISÓDIOS 31-32

Não consigo acreditar que Find Me In Your Memory terminou 😭😭😭 o drama mais saudável que já via até agora, se houvesse um concurso para renomear o alface, eu renomearia com o nome desse drama, “ai, hoje eu vou comer uma salada de Find Me In Your Memory”. Já pensou? Maravilhoso.

Âncora Lee conseguiu seu posto de volta, Ha Jin voltou, o psiquiatra filho está fazendo um trabalho lindo fora do país (por que eu desconfiei desse homem mesmo?) e a Ha Kyoung mostrou para que veio a esse mundo, pediu para o boy morar com ela, vocês ouviram meus gritos Coréia? Não foi nem casamento, foi para se amigar, como diz minha vó. E todo mundo viveu feliz para sempre. Pera, pensou que era só isso? Claro que não! Já disse que coreanas de Taubaté é conteúdo, vem comigo e vamos pontuar algumas coisas e vou dizer porque esse drama ganhou meu coração.

O reencontro da Ha Jin com Jung Hoon me deixou tão nervosa, e foi aquele jogo de câmera de anda, anda e quando vê não é ela, e depois vira e ela está lá, ahhhh quase tive um ataque, aí o celular toca na hora e quebra o momento, dá um tempo roteirista, deixa eu viver esse momento. Ha Jin foi embora e ele deixou, depois os dois perceberam que realmente deveriam conversar e quando voltaram não conseguiram se encontrar, e como eu estava nessa hora? Gritando e esmurrando tudo que vinha pela frente, mas drama é clichê gente, aceitem. Ele bateu o carro em um táxi e “coincidentemente” ela estava usando esse táxi 😂😂😂 não sei se vocês lembram, mas quando ela estava ensaiando o roteiro com ele, a trama era exatamente essa (se separavam e depois acontecia um acidente no qual eles se encontravam novamente) e ele disse como a trama era ilusória e clichê e que isso não acontecia, ai âncora Lee, como a gente paga a língua né?

Tudo certo, abraça, perdoa e volta de novo, porém, âncora lee descobre que Ha Jin estará indo embora novamente. “Amada roteirista, você pode por favor, parar com essa palhaçada? Eu não aguento mais sofrer”. Mas gente, percebi que nada é aleatório nesse roteiro. Ele se desesperou? Não, ele conversou com ela e disse que a partir daquele momento, ia leva-la em vários encontros até o momento dela ir embora, e isso nos rendeu cenas maravilhosas e aquele beijo, olha, eu gritei e não foi pouco viu? Em um dos encontros ela então falou que estava dividida entre um roteiro americano e um coreano e pediu a sua opinião, ele como bom jornalista foi pesquisar sobre as opções e deu sua opinião sobre, ela achou engraçado que ele tenha pesquisado e disse que era só escolher o coreano e pedir para ela ficar, e aí vem a questão principal, se liga nessa fala e aprendam homens, e mulheres também viu? “é claro que quero que você fique, mas você gosta do seu trabalho. Você se sente feliz atuando, então não me coloque em primeiro lugar. Pense no que é melhor para você”. MEU DEUS HOMEM, COMO NÃO TE AMAR MAIS AINDA! Me ajuda, por favor.

Vocês conseguem entender que quando você pensa no que é melhor para você, acaba conseguindo achar a resposta da sua resolução? Talvez o melhor para você seja ficar perto da pessoa que ama, e isso não é errado, mas mesmo assim você está pensando em você e não somente na outra pessoa.

E o ponto desse roteiro que me fez amá-lo mais ainda, foi a parte final no qual a Ha Jin está em uma coletiva de impressa e perguntam se ela voltou para a Coréia e se foi por causa do Jung Hoon, e a resposta dela foi bem assim “dá licença né amores, vocês acham mesmo que vou basear minha vida por causa de homem?” Brincadeira gente, mas foi isso que eu escrevi na minha cabeça, confesso que na hora eu pensei que ela ia responder isso, mas essa roteirista não deixou de passar sua mensagem até o último minuto do drama, se liga nessa resposta “foi por minha causa, eu decidi me tornar uma pessoa que é lembrada diariamente e eternamente, quero me lembrar e amar, nesse lugar”. Vocês percebem que as resposta dela tem a ver com ele, mas o tempo todo ela se colocando em primeiro lugar? Incrível né? Podemos amar e viver uma amor lindo sem nos deixar em segundo em plano, nossa vida é importante, e para amarmos outra pessoa, precisamos nos amar primeiro.

Talvez seja um ponto negativo para outras pessoas, esse roteiro veio carregado de clichê, a mim não incomodou e consegui entender cada um deles, a parte da separação, das indecisões, de deixar na mão do destino, se tiver de ser, vai ser, não vou forçar nada e nem ser abusivo.

Trama adulta, personagens maduros, relacionamento saudável, amor próprio foram os pontos altos desse drama, nada de se fazer difícil, de querer e não demonstrar. Ha Jin disse de cara disse que tinha interesse, Jeong Hoon não estava no começou, mas quando realmente percebeu que queria, foi lá e fez acontecer, para quer tratar mal e fingir que não gosta? Para que perder tempo com isso se você pode estar vivendo o momento? Muito boa as lições desse drama né? Vai ficar guardado no meu coração.

Esperando o casamento do Kim Dong Wook e da Moon Ga Young ser anunciado, não sou obrigada viu amores? Tratem de agilizar esse negócio. Que química minha gente, que química. A dramalandia pagou novamente a língua né queridas? Ela tem 23 anos e ele 36, e ficaram reclamando que ele era muito velho para ela, ai queridas, até aquando? Certa ela, foi lá e tascou uns beijos nele e curtiu o momento, como diz a Thaís, esses beijos foram atos políticos e muito necessários, sim, vocês que lutem 💁🏻‍♀️💁🏻‍♀️

Moral da história: Amor próprio acima de tudo “no outono é sempre igual, as folhas caem no quintal, só não cai o meu amor, pois não tem jeito é imortal”. E é isso gente, recomendo muito, agora que acabou, podem ir lá maratonar e se deliciar com esse drama, mas prepara para sofrer viu? Porque antes dos louros vem a parte ruim, mas vale a pena.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: