27/11/2021

WHERE YOUR EYES LINGER – EPISÓDIOS 3-4

Amadas seguidoras, Coreanas e Belezeiras. Por que Where Your Eyes Linger tem apenas 20 minutos? E não é cada episódio. São apenas 10 minutos por episódio. Mas, nesses episódios percebemos o que? Que o Tae Joo é mesmo um riquinho mimado, isso todas nós já sabíamos e ele só fez reafirmar isso (não tem como defender esse indivíduo, não agora, haha). A surpresa foi por parte do Gook que quer deixar de ser gado, pois ele percebeu o que nós já tínhamos percebido. Quer saber o que? Leia o texto com spoilers.

CONTÉM SPOILERS.

O que descobrimos nesses episódios? O Tae Joo mentiu que o Gook o tinha o machucado naquela cena maravilhosa do tatame (a química dos dois estorou ali). Agora me diz. Tinha necessidade disso, Tae Joo? HAHAHA. Amore, você não precisava fazer isso. Naquele momento se você tocasse o berrante, o Gook estava nos seus pés. O Tae Joo usou do fato de que estava sem conseguir lavar o cabelo, para forçar o Gook a ajudá-lo tomar banho. Pior. Queria que o Gook tomasse banho com ele sem querer. Uma cena daquelas que dá constrangimento alheio. Depois, ele descaradamente dá em cima do Gook em uma cena de café da manhã. Fomos bem alimentadas nesse momento, pois pense em um shipp fofo. Mas, foi por pouco tempo. Aparece o Tae Joo em uma DR com uma “namorada” e o Gook observando tudo e sofrendo. Nessa hora poderia até soar um berrante, pense em um olhar de gado. Socorro.

Passou a DR do Tae Joo com a namorada e como ele diz “beijo com raiva”, o Tae Joo acredita que o Gook é um tapado (tenho cá minhas duvidas se é realmente isso ou apenas mais um joguinho dele com o Gook, mais fácil essa segunda alternativa). Então, ele começa a induzir que o Gook não saberia como namorar. Nessa hora fiquei esperando aquele clássico “Vamos paquerar de brincadeira”, mas nem rolou isso. O negócio pegou fogo demais. Hahah. O Tae Joo, que nesse episódio estava possuído pelo espírito flertador, começa a encarar o Gook e não apenas isso. O puxa pelo pescoço, o perguntando se ele sentia algo. Dando a entender se o Gook sentiria algo nesse momento que os dois estavam muito próximos. No entanto, parece que o jogo está virando. O Gook fez o mesmo que ele fez, o puxou pelo pescoço e bem um frente ao outro pediu (implorou) que ele deixasse de o “seduzir”. O Tae Joo gosta de brincar com o Gook e ele percebeu isso. Só que o nosso guarda-costas vai no encontro. Amei a He Mi. Estava tudo relativamente bem nesse encontro, até que o Tae Joo aparece lá e o clima azeda. Essa cena do encontro do Gook e da He Mi foi bem engraçada, em um momento até dá para sentir que o Gook estava curtindo, mas o Tae Joo (ó boy controlador) foi apenas para atrapalhar. Controlador e ciumento. Na verdade, o ciúme esteve bastante presente nesses dois episódios. No entanto, o Gook suportou na dele. Enquanto o Tae Joo foi incoveniente e muito mais. Ai eu te pergunto, mas não é você Tae Joo que tem namoradas e que fica fazendo joguinho com o Gook? Até agora, só quero defender o Gook do mundo, vamos ver como estarei no próximo episódio. HAHA.

Ponto positivo: Química, né papai? Muito bom de acompanhar porque os atores arrasam nesse quesito. Gook deu indícios que parece que pode não ser um gado completo e pode sim colocar o Tae Joo em seu devido lugar. Vamos aguardar, mas sem criar tantas expectativas, né? Haha.

Ponto negativo: Esse ponto positivo nem sei se é do drama ou da cultura coreana (ou o que mostra nos dramas). Gente, que mania aquela de ficarem colocando a situação como mestre e servo. Ai, gente. Me sinto até mal vendo isso sendo retratado. A ideia de subordinar alguém é tão desumana. Acho que o drama poderia ter evitado essa parte. Se queriam fazer um clichê, poderia descrever essa relação de outra forma. No entanto, algo me diz que vão enfiar o pé na jaca nessa relação mestre x escravo. Até porque, o final do episódio 4 é uma conotação a isso. O Tae Joo está louco porque o Gook está querendo ter um pouco de liberdade. O Tae Joo está percebendo que o Gook pode e deve existir sem ele. Algo me diz que esse boy vai pirar. Estou é com receio de terminar em desgraça ou quase, porque é Coréia, né? Então, se não for para causar, eles nem começavam. Espero ter uma surpresa, porque já assistir filme coreano que envolve algo da temática LGBT e sinceramente muitos eu preferiria nunca ter visto.

Moral da História: Essa série possui episódios curtos, mas mesmo em poucos minutos muitas coisas são sempre colocadas e podem ser discutidas. Só espero que não acabe chacota e que termine com dignidade e que não se torne em um entretenimento desgostoso para quem está assistindo.

A agencia do ator Han Gi Chan, que interpreta o Tae Joo divulgou que seria um bromance, mas geral sabe que é um BL. Tanto que o fato de ser um BL, afetou a divulgação na Coréia, que foi minima. Além da serie está sendo transmitida por um aplicativo próprio.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: