27/11/2021

WHEN MY LOVE BLOOMS – EPISÓDIO 1

O drama é estrelado por Yoo Ji Tae e Jinyoung (Got 7), que interpretam o mesmo personagem em idades diferentes: Han Jae Hyun.
Como protagonista feminina temos Lee Bo Young e Jeon So Ni, no papel de Yoon Ji Soo.

E é o primeiro drama da roteirista, mas está no horário nobre da tvN e já começou com 6% de audiência.

Quando você pensa que não há nada de novo em dramas que falam sobre o primeiro amor, pode acabar se surpreendendo com o fato de When My Love Blooms refrescar isso.

Primeiro porque o drama tem flashbacks com a transição perfeita e ao que tudo indica as histórias vão correr ao mesmo tempo: passado vs tempos atuais.

O contraste do tipo de pessoas que eles eram no passado para quem eles são hoje é gritante e isso aumenta nossa expectativa.

Se você for fã de política, vai ficar realmente impressionado com o fato de ter um poster do Che Guevara no quarto do Jae Hyun, que é claramente um militante comunista. Também percebemos em cenas posteriores que mesmo o Jae Hyun dos dias de hoje ainda possui livros de Karl Marx em casa. No entanto agora ele é um ex-presidiário e de família rica (chaebol). Então, o que terá acontecido com ele?

Também temos a protagonista que se apaixona primeiro e sem demora já deixa isso claro para o Jae Hyun. O título do episódio é justamente o nome do filme que eles assistiram juntos. E de fato, me senti representada, afinal na equipe das Coreanas sou a que mais chora. Ela chorando no final do filme já ganhou meu coração 😂.

Depois de 27 anos o que terá acontecido com eles? Eu nasci em 1993 então estou toda reflitona e ansiosa para saber mais sobre esse tempo que passou.
Agora com filhos em idade escolar eles voltam a se encontrar e ao mesmo tempo que ficamos ansiosos por isso, uma dor no coração vem junto nesse combo. Melodrama que chama, né?

Também é importante notar que em 1993 eles tem um encontro lindo na primavera, mas nos tempos atuais o reencontro é no inverno. Conseguem perceber essa mudança de “temperatura” no relacionamento deles?

Meu clichê favorito é reencontros, então me senti presenteada com um dos reencontros mais lindos que já vi em kdramas e olha que o reencontro de My Ahjussi tem residência fixa em meu coração.

Quando o episódio acaba só nos resta perguntas e mais perguntas, afinal precisamos de outra dose de When My Love Blooms para aquecer o coração.

O ponto negativo para alguns pode ser o uso de clichês, que no drama aparecem mas não é nada repetitivo ou grosseiro.

No início ele salva ela e ela se apaixona ali mesmo, isso talvez traga a tona aquele pensamento do homem que salva a mulher. Na cena da escola, ele também ‘livra ela’ da responsabilidade ou do pedido de desculpas, dando a entender que esse comportamento se repetiu. Mas como todo bom melodrama, um ajuda o outro a se curar e ao deixar a vida do outro melhor, também se auto ajuda. É nessa ficha que vou apostar no momento. O futuro? Só Deus sabe.

Moral da história: Começou bem, flashback lindo de viver que vão me fazer chorar 3 rios. Só sei que quero mais.

Eu volto pra comentar o segundo episódio 😊.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: