27/10/2021

MY UNFAMILIAR FAMILY – EPISÓDIO 4

Uma pausa para: O QUE ESTÁ ACONTECENDO AQUI?

Sim, é difícil entender como o drama chegou nessa situação então sigo tentando explicar para vocês e para eu mesma!
Esse episódio foi um misto de A Grande Família da Globo com Casos de Família do SBT.

“Ai porque a cultura da Coréia é diferente”
Família é família em todo lugar e se tem uma coisa que acontece nas famílias: treta, confusão, desentendimento, contenda etc.

Nesse episódio eu levei 3 tombos. O que por um lado está sendo difícil superar, por outro deixa claro o brilhantismo da roteirista.

O nome do drama é Minha Família Nada Familiar ou Minha Família Desconhecida, o que já diz muito, afinal Sang Shik perdeu a memória durante todo o período que formou a sua família. Mas é muito mais do que isso! A família realmente não se conhece e seus membros não fazem ideia dos segredos que seus integrantes escondem.

Então vamos de queda:

Tombo 1:

Eun Hee namorou Jung Min por 9 anos. Foi traída por ele e seu melhor amigo Chan Hyuk, sabia do que estava acontecendo e não contou para ela, que sofreu muito e terminou não só o namoro com Jung Min como a amizade com Chan Hyuk.

Mas olha como a vida é engraçada né minha gente?

Agora ela se encontra com o vice, ele diz que tem um relacionamento de 9 anos com outra e mesmo assim quer ficar com Eun Hee. Segundo ele, na verdade se trata de um término suave. Afinal, depois de tantos anos ele quer que não seja um término brusco. História para boi dormir? POIS A EUN HEE DORMIU!

Com ele no caso. Como ficou a dorameira aqui? No chão.

Tombo 2: O fato do tombo 1 doer mais é por causa da amizade com Chan Hyuk.

O alarme do ship estava berrando aos ouvidos da dramalândia, quando Eun Hee fica mais brava com ele por não ter contato sobre a traição de Jung Min do que com o próprio Jung Min.
Depois da reconciliação dos amigos, também ficamos envolvidos com a forma que a dupla interage. Eun Hee confia mais nele do que em sua irmã mais velha, confessa os detalhes mais íntimos de sua vida. Desde o relacionamento com o chefe até a briga com a irmã mais velha e Chan Hyuk a entende, termina suas frases e a completa em tudo. Logo, um casal promissor, certo? Errado.

Primeiramente Chan Hyuk não queria se encontrar para o jantar porque não deu tempo de tomar banho e Eun Hee marcou em cima da hora. Nesse momento pensei que ele estava se importando com ela, mas não! Como percebemos através das fotos que ele guardou e sempre olhava, na verdade ele tem uma queda por Eun Joo.

E assim chegamos ao tombo número 3 ou o tombo do armário.

Tombo 3:

No mesmo episódio que percebemos que Chan Hyuk gosta da Eun Joo, também ficamos no chão ao saber que o marido médico, tinha um segredão. Desses que envolvem entregar um envelope cheio da grana para o barista do café.

Mas vamos por partes: No primeiro episódio, Eun Joo pergunta ao marido se ele tem ciúme do barista com ela. Porém, mesmo que algumas situações incovenientes aconteçam após isso, o doutor não parece se importar realmente com a proximidade dos dois.

Então assim que o barista vai até o consultório do doutor, começamos a catar umas pistas.

Ele exige que o médico conte a verdade para Eun Joo. MAS QUAL VERDADE?

Também diz que a consulta médica está relacionada a uma briga.
No café quando o doutor vai pagar pela sua bebida ele vê o barista lendo um livro chamado What Did You Eat Yesterday, um livro de romance gay muito famoso na Ásia. O doutor diz ainda que o livro é da Eun Joo. Antes de sair do café deixa algo muito semelhate um maço de dinheiro dentro de um envelope branco.
Aí o doutor liga para Eun Joo e diz que quer conversar com ela. Mas apenas diz que tem um seminário. Ela até se oferece para ir junto, mas ele recusa, óbvio.

Eun Hee depois de beber muito vai para a casa da Eun Joo e ao perceber que o celular está sem bateria, procura algum dipositivo que ela possa conectar o cabo.

Quando ela se senta no escritório e pluga o celular no notebook do cunhado: BAM!!!!

Um chat de nome ARMÁRIO, começa a pipocar mensagens perguntando se Peter já se assumiu gay e contou a verdade para a esposa.

Quem é peter? O doutor.

O ponto negativo desse drama é que você não pode ser apegado, afinal tudo muda. E o ponto positivo é esse também. O drama é dinâmico e apesar do nome família no titulo, ele não te dá tempo de se familiarizar com nada, sempre mudando o foco da história diante de uma nova descoberta.

E vamos deixando as palavras da Eun Hee como moral da história nesse episódio:

“Somos uma família, mas não sabemos nada uns sobre os outros”

Perguntas: Notebook aberto no chat “armário”. Sério mesmo que foi assim que ele resolveu contar para a esposa? Deixando o acesso para a verdade fácil assim, enquanto ele viajava? Não sei se é esperto ou se é trouxa.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: