23/10/2021

MULHERES TRANS SÃO FORÇADAS A SE APRESENTAR NO DIA DO ALISTAMENTO DAS FORÇAS ARMADAS DA TAILÂNDIA

Mulheres transgêneros na Tailândia, que são frequentemente conhecidas no país como “menino-moça”, são forçadas a comparecer ao alistamento das forças armadas da nação, apesar de não serem identificadas como homem.

A Tailândia exige que todo homem acima de 21, compareça ao dia de “sorte”, onde eles devem se alistar para servir por dois anos.

Mulheres trans, podem conseguir seu certificado de dispensa, mas ainda precisam comparecer ao dia do alistamento, com aproximadamente mais 100.000 homens, porque as leis tailandesas não permitem as pessoas mudar o gênero em seus documentos de identificação.

Mulheres transgêneros ao redor da Tailândia, são forçadas a comparecer no dia do alistamento das forças armadas da nação, porque seus documentos ainda dizem que elas são biologicamente homens.

A menos que as mulheres trans possam fornecer um certificado de dispensa, elas devem comparecer ao dia do alistamento, porque as leis tailandesas não permitem as pessoas mudar o gênero em seus documentos de identificação

Forçá-las a comparecer, causou muito constrangimento e estresse para muitas mulheres trans tailandesas, e causa muito protesto das comunidades LGBT, reporta  Khaosodenglish.com.

Nos dias de alistamento pelo país, que acontece todo ano em abril, mulheres trans, esperam com homens por horas, e encontram seus destinos.

Diante do dia do alistamento esse ano, membros do governo, mídia e comunidade LGBT, se juntaram para discutir as diretrizes para as recrutas transgêneros, dizendo que o processo na maioria das vezes é estressante, já que a mídia faz chacota com relação ao comparecimento das mulheres trans.

“Estive em muitos concursos de beleza e sempre fiquei em primeiro. Estive com medo de me tornar um soldado, é bom não ser escolhida”.

Foto de Phayao, Phrae e Korat mostra centenas de cidadãos tailandeses em fila, como parte do preciso esse ano.

Em Phrae, oito mulheres trans que compareceram ao alistamento, evitaram a seleção por oficiais militares. De 500 recrutas no dia do alistamento, apenas 60 homens foram escolhidos. 

Fonte: Dailymail.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: