23/05/2022

BAE DOONA FALA SOBRE COMO É TRABALHAR COM DIRETORES DE TODO O MUNDO, DA AMIZADE COM GONG YOO E MAIS

No episódio de 13 de janeiro de “You Quiz on the Block” da tvN, a atriz Bae Doona apareceu como convidada.

Questionada sobre o que tem feito ultimamente, ela responde: “Como sempre, estou apenas trabalhando e me mantendo ocupada filmando dramas e filmes.” Ela também mencionou seu último filme, “#IAmHere”, que estréia na Coreia em 14 de janeiro. Ela explicou: “É um filme francês no qual trabalhei com um diretor e atores franceses, mas foi filmado na Coreia. Um homem que trabalhava como chef na França conhece uma coreana chamada Soo nas redes sociais e vai à Coreia para vê-la, mas Soo não está no aeroporto quando chega. Depois de morar um pouco no aeroporto, ele decide ir encontrar Soo.”

Depois que seu trabalho na série de sucesso da Netflix “Kingdom” foi mencionado, ela sorriu e disse: “Não é ótimo? Acho que foi muito bem feito. Eu me monitorava durante as filmagens e dizia: ‘Acho que fui ótima’. Gong Yoo fala que ninguém tem uma auto-estima tão alta quanto eu.”

Ela então comparou os trabalhos fez com vários diretores de todo o mundo. “Há uma razão para que ‘Kingdom’ tenha se saído tão bem”, disse ela. “O diretor Kim Sung Hoon nunca liga para isso. Ele fica obsessivamente focado. Só para filmar uma única cabeça rolando, ele faria 74 tomadas. O diretor Koreeda Hirokazu é o oposto. Ele faz tudo em uma única tomada. No começo, fiquei surpresa. Eu me perguntei: ‘Isso está realmente bom? Ele desistiu de mim? ‘Mas ele filma em estilo documentário.”

Ela continuou: “Os Wachowskis e Éric Lartigau são diretores muito espontâneos. Havia momentos em que eu pegava um papel tamanho A4 com minhas falas na manhã em que estava programado para filmar. Eles simplesmente escreveriam bem ali. Eu acho que eles são gênios.”

Bae Doona trabalhou com Koreeda Hirokazu no próximo filme “Broker” ao lado de Song Kang Ho e Kang Dong Won. Os Wachowskis dirigiram “Sense8,” uma série global da Netflix, enquanto Éric Lartigau é o diretor de “#IAmHere”.

Bae Doona está atualmente trabalhando na série da Netflix “The Sea of ​​Silence” com Gong Yoo e Lee Joon, que está sendo produzida por Jung Woo Sung. Antes dela vir ao “You Quiz on the Block”, ela pediu conselhos a Gong Yoo. “Eu disse a ele que estava com um pouco de medo dos testes e ele me disse que tudo bem se eu errar”, disse ela.

Ela acrescentou que ela e Gong Yoo se chamam de “gergelim preto” e “bolo de arroz branco cozido no vapor” como apelidos. “Gong Yoo está muito bronzeado por seu papel em ‘The Sea of ​​Silence’, embora eu pareça tão pálida como sempre”, disse ela. “Mas isso criou um grande contraste entre nós. Gong Yoo disse que éramos como açúcar cristal e mascavo. Mas parecia muito doce, então optamos por bolos de gergelim preto e arroz branco.”

Por fim, Bae Doona falou sobre seu amor pelo trabalho. “Não consigo imaginar uma vida em que eu não seja atriz”, disse ela. “Atuar é tudo o que sei fazer. Eu me tornei atriz antes mesmo de sonhar em atuar. Fui selecionada na rua e me tornei modelo, fiz sessões de fotos para revistas, comerciais de TV e depois estreei em um filme. Mas não me arrependo de ser atriz. Se eu nascesse de novo, faria a mesma coisa.”

Ela continuou: “Acho que atuar é um trabalho muito bom. Claro, há coisas que você tem que aturar. Para criar um personagem real a partir do texto em uma página, você deve ser extremamente sensível sobre várias coisas, para que possa impactar a vida diária. Além do meu talento, pode chegar um momento em que o público estará cansado de me ver e querer ver menos de mim. Acho que esse momento pode chegar algum dia. É por isso que estou trabalhando duro agora. As pessoas me perguntam por que eu não faço uma pausa, mas esse momento agora é muito precioso. Quero viver cada dia o mais intensamente possível. Quando passei dos 40, pensei que deveria viver sem arrependimentos. Eu sinto que estou vivendo minha vida em sets. Agora, toda a minha vida está no set.”

Fonte: Soompi.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores originais e não refletem necessariamente a opinião das Coreanas de Taubaté.

MATÉRIA TRADUZIDA POR:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: