23/05/2022

ITZY FALAM SOBRE O LANÇAMENTO DE UM ÁLBUM EM INGLÊS

ITZY recentemente fez um ensaio fotográfico e uma entrevista para a revista Singles.

Ryujin foi questionada sobre como ela mantém a calma no palco e o que mudou desde que ela se juntou ao ITZY. Ela disse: “Acho que tenho problemas para manter a calma quando não estou suficientemente preparada, mas para ser honesta, não houve muitos momentos em que eu estava tão nervosa ou ansiosa no palco depois de entrar no ITZY. Houve alguns momentos em que me senti nervosa durante as apresentações recentes de fim de ano. Eu resolvi isso provocando muito os outros membros antes de subir no palco.”

Ela continuou: “Muita coisa mudou desde que entrei no ITZY. Uma das maiores coisas é meus valores. Antes da minha estreia, eu criava paredes ao meu redor, mas agora sinto que foram abertas. Isso é o que aconteceu no processo de tentar sincronizar com quatro outros membros que são completamente diferentes de mim.”

Yuna foi questionada sobre o recente álbum em inglês do grupo, bem como sobre o início de sua carreira ainda jovem. Ela disse: “Não é minha língua materna, por isso foi difícil e também interessante aprender a aperfeiçoar minha pronúncia em inglês. Mesmo que o significado fosse o mesmo, as músicas tinham uma vibe completamente diferente em inglês. Essas diferenças nos sons mudaram a vibração e as nuances da música. Pessoalmente, gosto mais de ‘DALLA DALLA’ e ‘Not Shy’ em inglês.”

Ela continuou: “Há momentos em que fico estressada com o trabalho, mas ainda acho que esse é o trabalho certo para mim. Quero continuar trabalhando muito e melhorando. Quanto mais trabalho, mais encontro coisas que quero fazer. Fico muito feliz nos momentos em que me sinto livre no palco.”

Yeji foi convidada a escolher a música que mais a influenciou durante seu tempo como ITZY. Ela disse: “É ‘WANNABE’. Meu lema pessoal é ‘acreditar em mim mesma’. Esse lema ajudou a me dar coragem nos sucessos e fracassos que me levaram a me tornar parte do ITZY. É algo que sempre quis compartilhar com as pessoas, e essa mensagem foi claramente visível [na música ‘WANNABE’]. Eu realmente posso me identificar com as letras, ‘Não importa o que as pessoas digam, eu sou eu. Eu só quero ser eu ‘. Toda vez que alguém me perguntava: ‘Quem é seu modelo? Quem você quer se tornar?’, Não consegui pensar em uma resposta. Gosto de ser inspirada por outras pessoas, mas não acho que preciso me tornar o mesmo que eles. Gosto da ideia de absorver cores diferentes como uma tela. Sempre pensei que queria ser como eu. Fiquei muito emocionada ao promover a música ‘WANNABE’ ”.

Lia compartilhou o que ela achava que eram os pontos fortes do ITZY e com qual música ela mais se identificava. Ela disse: “Acho que nossa energia é um dos nossos aspectos mais forte. Essa energia está em nossa dança, nossas apresentações, mas também quando você fecha os olhos e apenas ouve nossa música. Nossa música tem uma vibração saudável que faz você se endireitar e andar com confiança e se sentir confiante sobre si mesmo. Eu quero que nossas músicas deem aquela sensação de energia intensa assim que as pessoas as ouvirem. Acho que é nosso objetivo final durante a gravação.”

Ela continuou, “‘DALLA DALLA’ é a música com a qual mais me identifiquei. Em particular, as letras que dizem: ‘Não tente me encaixar em seus padrões. Eu gosto de mim como eu sou. ‘Eu sou o tipo que vive de acordo com meus próprios padrões e fica satisfeita comigo mesmo. Eu acho que todos têm padrões diferentes para ‘felicidade’, ‘sucesso’ e ‘fracasso’, então não há necessidade de tentar viver de acordo com os padrões de outras pessoas.”

Chaeryeong falou sobre suas letras favoritas, bem como sua incrível dedicação à prática. Ela disse: “Eu gosto da letra de ‘WANNABE’ que diz: ‘Não há necessidade de se tornar algo. Porque sou perfeito quando sou quem sou.’ Quando vi a letra no papel pela primeira vez, parecia que tinha ficado claro qual deveria ser minha mentalidade. Para tornar a música sincera, muitos dos meus valores mudaram enquanto eu me preparava para ‘WANNABE’.”

Ela continuou: “Eu obtenho muito do meu impulso de mim mesma. Fico brava quando vejo vídeos meus e sei que posso fazer melhor. Também me inspiro assistindo a vídeos de artistas experientes, que atuam com anos de experiência.”

Fonte: Soompi.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores originais e não refletem necessariamente a opinião das Coreanas de Taubaté.

MATÉRIA TRADUZIDA POR:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: