07/07/2022

ESCÂNDALOS DE BULLYING ATINGE PROJETOS DE DRAMAS DE TV

Os recentes escândalos de bullying escolar que continuam a turvar a cena do entretenimento sul-coreano agora está crescendo e afetando vários dramas de TV estrelados por alguns dos atores envolvidos no escândalo.

A exibição programada do drama de romance universitário “Dear. M” foi adiada indefinidamente após o surgimento de acusações de que sua atriz principal, Park Hye Soo, estaria supostamente envolvida em violência durante seus dias de escola. O drama foi originalmente programado para estrear em 26 de fevereiro na KBS.

Park, que estrelou o filme de sucesso “Samjin Company English Class” (2020), negou as acusações e prometeu tomar medidas legais contra tais reivindicações.

A KBS disse que esperaria para ver até que a situação fosse resolvida, já que é quase impossível refazer a série de 12 episódios, cujas filmagens já foram concluídas no mês passado.

Outra série da KBS está à beira da suspensão ou cancelamento devido ao escândalo.

O romance histórico do dia da semana “River Where the Moon Rises”, que estreou nas telinhas em 15 de fevereiro, tem estado no centro das críticas, já que a acusação recente aponta para seu ator principal, Jisoo.

Enquanto ele postava um pedido de desculpas por seus erros anteriores em sua mídia social na quinta-feira, a emissora deve tomar uma decisão sobre o projeto de 20 episódios, que está ganhando popularidade entre a geração jovem após seu sexto episódio na terça-feira.

A SBS também está lidando com recentes revelações de bullying escolar envolvendo Naeun, um membro do grupo feminino de K-pop APRIL.

Ela foi escalada para a próxima série de ação policial “Taxi Driver”, estrelada por Lee Je Hoon, marcada para 9 de abril.

A emissora disse que terá discussões sobre o assunto após analisar a situação em torno da cantora-atriz.

O escândalo de bullying escolar abala os setores de esportes e entretenimento na Coreia do Sul há semanas, desde que foi iniciado no vôlei profissional no mês passado.

Jogadores de voleibol, incluindo as populares irmãs gêmeas Lee Jae Yeong e Lee Da Yeong do Heungkuk Life Pink Spiders, deixaram a quadra depois de admitir sua violência passada na escola.

Fonte: Korea Herald.


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores originais e não refletem necessariamente a opinião das Coreanas de Taubaté.

TEXTO TRADUZIDO POR:
Vivian Kelen
Vivian Kelen

Assisto dramas desde 2018 e “para todos os garotos que já amei” me trouxe até esse mundo. Minha missão nessa terra é espalhar a palavra da dramalandia. Meus dramas favoritos são Black Dog e Stove League. E não se esqueçam, amem Stray Kids.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: