27/10/2021

Primeiras impressões do K-drama ‘Lost’

Ficha Técnica

Nome: Lost/인간실격
Diretor: Hur Jin Ho
Roteirista: Kim Ji Hye
Gênero: Melodrama, Drama
Rede: JTBC
Lançamento: 4 de setembro de 2021
Idioma: Coreano
País: Coreia Do Sul
Onde Assistir: Life Fansub

ESSE TEXTO CONTÉM SPOILER

Quem acompanha nossas redes sociais, sabe o quanto estávamos panfletando e esperando o drama Lost, primeiro por ser um melodrama e segundo pela história e elenco que prometia ser um drama daqueles de te deixar no chão. Lost é primeiro drama do Ryu Jun Yeol e da Jeon Do Young em 5 anos, e o drama veio como comemoração de 10 anos da JTBC, ou seja, o negócio prometia.

Image

Mas afinal do que se trata Lost, a trama conta a história de Boo Jung que está na casa dos 40 e sente que não é nada e não conseguiu conquistar nada. E também temos o Kang Jae que tem 27 anos e também tem o mesmo sentimento. Então, Lost nos prometeu que quando esses dois se encontrassem, seriam o suporte um do outro.

O drama já mostrou ao que veio no primeiro episódio e eu simplesmente amei, ele vem bem na pegada JTBC de ser, aquele drama melancólico, com uma fotografia escura e pesada, diálogos pesados, OST que ao primeiro acorde lhe faz querer chorar em posição fetal. Aos poucos fomos introduzidos a história da Boo Jung (Jeon Do Yeon) e descobrimos que ela era uma escritora e algo aconteceu que ela foi demitida da editora e uma Jung Ah Ran (Park Ji Young) aproveitou tudo o que ela tinha escrito e lançou como se fosse seu. Boo Jung desde então tem tido uma vida muito difícil, ela perdeu seu bebê e aparentemente está em depressão, tem um marido que não parece se importar com ela e uma sogra extremamente inconveniente.

Image

Vida difícil, né? Com tudo isso, ela se encontra em situação vem difícil, o marido também não sabe que ela perdeu o emprego e está trabalhando como diarista fazendo limpeza. No meio de todo esse turbilhão, ela acaba encontrando Kang Jae (Ryu Joon Yeol) dentro do um ônibus e os dois acabam compartilhando de um momento de fragilidade, e aí a vida deles se cruzam, por “coincidência” ele mora no mesmo andar do apartamento do pai dela.

Image

Kang Jae é um jovem de 27 anos que administra um negócio de faz tudo, ele finge ser namorado ou acompanhante de alguém, ou apenas presença em alguns lugares, logo no início eu pensei que ele poderia ser um garoto de programa, mas se recusou a dormir com a cliente. No decorrer do episódio vamos descobrindo como ele sente e que o pai morreu quando ele era adolescente e também se questiona se a vida dele teria sido diferente se o pai estivesse vivo.

Image

O encontro dos dois foi super reconfortante, mas ao mesmo tempo engraçado, ame a direção de cena, enquanto ela estava lá chorando, ele oferece o seu lenço e fala para ela lavar e usar novamente porque é caro, tenta trocar contato e fala umas coisas engraçadas para ela tentar se animar. Mas depois descobrimos que ele a ouviu chorando e dizendo que não havia se tornado nada e consequentemente se simpatizou com a história dela.

E a partir daí o caminho dos dois foi se cruzando várias vezes, e pudemos perceber aos poucos como um precisa do outro, eles se buscam mesmo sem perceber.

Uma coisa que achei bem interessante de Lost, foi que os três primeiros episódios começa a ser narrado por um deles, e com isso, a gente vai tendo um vislumbre do pensamento e da vida deles, e isso parece ser tão mais doloroso, nada mais difícil do que ouvir as angustias de uma pessoa, e isso faz o drama ficar mais interessante. Muitas pessoas vão dizer que o drama é lento e que não acontece nada. Mas para mim foi a vibe ideal, nos primeiros cinco minutos eu já fiquei maravilhada e sabia que iria ser ótimo, um entretenimento sofrência de qualidade que estávamos precisando.

Eu não assisti My Mister, mas dizem que a vibe está muito parecida, lembram que eu disse que o Kang Jae é um faz tudo? Pois então, ele vai ser contratado para ferrar com a vida de Boo Jung, bem como a Ji Ahn foi contratada para coletar informações do Dong Hoon em My Mister. Logo no início o Kang Jae ficou meio balançado por descoberto que era ela, mas depois disse que não tinha nada a ver, então vamso ver como vai ser mais para frente.

Image

O ponto muito alto de Lost é o relacionamento da Boo Jung com o pai, a interação dos dois é muito fofa, ela ama a filha e a compreende e entende, tanto que a defendeu da sogra que é um pé no saco e disse que a filha dele estava passando por dificuldades, enfim, se acontecer alguma coisa com ele, sei nem o que eu faço.

Image

Falando um pouco sobre o marido dela, foi ranço a primeira vista, ele parece não se importar nenhum pouco com ela e ainda a traiu (foi o que deu a entender), visto que ele disse que o que aconteceu foi um erro a mulher perguntou se ele sentia vergonha. Então deduzi que ele já a traiu, e pela prévia do episódio cinco ele diz que tudo seria diferente se a Kyung Eun tivesse o escolhido. Enfim, vamos ver o que vem pela frente.

Image

E a pergunta que não quer calar, será que vai ter romance? No MyDramalist não tem tag de romance, mas se o que aconteceu episódio 4 não foi romance, eu realmente não sei o que é? O que foi aquela tensão dos dois quando eles se encontraram naquele casamento? Ela indo atrás dele e deixando o marido para trás, eles dois se olhando, minha gente do céu, não vou ter estruturas para esse ship!

Um ponto negativo desse drama, é que percebi que suicídio está sendo levado de uma maneira, as pessoas falam em se suicidar como se tivessem indo comprar algo no supermercado, espero que a JTBC dê um jeito nisso. Mas fora isso, essa drama está sendo tudo pra mim, hino memorável e atemporal, espero não me decepcionar.

E aí pessoal? Já começaram a acompanhar Lost o que acharam? Se não começaram, recomendo bastante.


Vivian Kelen
Vivian Kelen

Assisto dramas desde 2018 e “para todos os garotos que já amei” me trouxe até esse mundo. Minha missão nessa terra é espalhar a palavra da dramalandia. Meus dramas favoritos são Black Dog e Stove League. E não se esqueçam, amem Stray Kids.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: