27/01/2022

O que achei de ‘Hellbound’

ESSE TEXTO CONTÉM SPOILERS

Eu estava ansiosa para assistir Hellbound, por causa do elenco e do diretor, e tudo parecia muito promissor. Como divulgado, o drama seria sobre eventos sobrenaturais, pessoas recebendo sentença de morte e no dia marcado teria um linchamento horrendo da pessoa.

Pois bem, chegou sexta-feira e o drama com 6 episódios foi lançado, e eu maratonei no piscar dos olhos. Hellbound foi um drama bom e estou esperando uma segunda temporada, porque ele ficou bem em aberto, e como o diretor do drama havia falado na coletiva de imprensa, ele criou esse universo para brincar, ou seja, ainda pode vir muita coisa aí.

Eu gostei muito da abordagem de Hellbound, mas acredito que para muitas pessoas pode parecer desconfortante, visto que mexe com religião, e isso é um assunto muito “sensível”. Vimos que um grupo de pessoas usou de uma situação sobrenatural para tirar proveito do povo, e moldar uma sociedade conforme aquilo que eles acreditavam. Afinal, o porquê desses acontecimentos? Como explicar um ser que dá sentença de morte e um linchamento horrendo? Claro, vamos dizer que é por causa do pecado, para assim manter a sociedade temerosa para não cometer crimes (pecados) e assim não receber sentenças.

Image

Eu comparei isso muito ao cristianismo, me cancelem se quiserem, mas passei 20 anos dentro de uma igreja evangélica e foi isso que eu senti, que a religião é conduzida na base do medo. Como o Sheldon disse, o medo é a tática de recrutamento, porque caso alguém não siga as regras impostas (regras um tanto além do controle) ele vai queimar no fogo do inferno.

Como eu disse, no meio de todo esse caos surgiu a seita Nova Verdade para controlar e “guiar” a sociedade, eles expunham a familia daqueles pecadores e elas viviam em eterna desgraça e julgamento do ser humano, mas como toda sociedade restrita, há aqueles que surgem para lutar contra o sistema, e então tivemos o conhecimento da Sodo, um grupo de pessoas que ajudavam aqueles que receberam a sentença, a morrer no anonimato, para que suas famílias não sofressem as consequências.

Image

Entre os fundadores da organização estava o professor Gong Hyeong Jun (Lim Hyun Guk) Que viu sua filha receber uma sentença mesmo sem ter feito nada, e a advogada Min Hye Jin (Kim Hyun Joo) que lá no início de tudo, descobriu que as sentenças eram aleatórias e não havia uma explicação, mas ao descobrir isso, tentaram matá-la. Porém, ela sobreviveu e se dispôs a ajudar as pessoas a “partirem em paz”.

No meio de tudo isso, um bebê recém-nascido recebe uma sentença e a Sodo quer expor a demonstração, para revelar ao mundo a farsa da seita que põe o terror na cabeça do povo, óbvio que para os pais da criança, isso é demais, mas eles acabam aceitando, para tornar o mundo um pouco “melhor”, porém, vimos os pais sendo executados no lugar e a criança sobrevivendo, e no final, vimos que uma das primeiras pessoas executada começou a ressuscitar, e na minha cabeça, fiz uma analogia com a história de Jesus Cristo, ele morreu por nossos pecados, e a criança sobreviveu para salvar as pessoas e perdoar seus pecados. Essa foi a volta de “Jesus Cristo” e aqueles que morreram pela demonstração irão ressuscitar? As teorias e cada um crie a sua.

Image

Eu gostei muito dos diálogos sobre justiça na primeira metade do drama, o policial falando para o outro que se as execuções de pessoas “más” fosse verdade ele iria ficar aliviado, pois a justiça divina iria dar conta daquilo que a justiça da terra não deu. E então o Jin Kyun Hun (Yang Ik June) disse que o trabalho da polícia é prender, se a vítima deles é boa ou má, se eles mataram para salvar o mundo ou para se divertir, não importa qual seja o motivo, a polícia prende os assassinos. Isso é muito válido, e por mais que a justiça muitas vezes seja falha, mas o sistema existe para isso, imagina se todo mundo desse uma de justiceiro e saísse matando por aí? Sei que é muito mais fácil falar quando a injustiça não é cometida conosco, mas temos regras e leis para tentarmos ao menos viver sem um caos generalizado como Hellbound.

Image

Outro diálogo muito interessante e que foi o que instaurou de vez a seita Nova Verdade, foi quando o Jung Jin Soo (Yoo Ah In) revelou que recebeu a sentença e falou sobre sua ideologia e como pretendia “guiar” o mundo a partir daquele momento. Ele fez todo um discurso de manipulação sobre um novo mundo e como esconder que ele recebeu uma sentença poderia instaurar uma nova ordem e todo mundo viveria feliz para sempre, precisava haver um motivo, as pessoas precisavam acreditar que isso acontecia para que a justiça fosse feita.

“Desde quando recebi a sentença, vivi a minha vida toda com medo. Tem alguma ideia de como é viver com medo por 20 anos? É um medo implacável, o medo de cometer um pecado, o medo da possibilidade de não revelar os pecados dos outros, o medo da dor eterna. Esses medos me assombraram por 20 anos, mas foi graças a isso, que pude levar uma vida mais correta. Não sei por que Deus fez isso comigo, mas quero que todas as pessoas dos mundo sintam o mesmo medo que eu. Um dia, esse medo tornará o mundo mais justo, porque é o medo que vai libertar as pessoas do pecado”.

Jung Ji Soo

Hellbound é uma trama muito boa, mas também perturbadora, porque as coisas abordadas podem facilmente ser transportadas para a realidade. Integrantes da arrowhead espancando as pessoas apenas por discordarem e pensarem diferente, uma plateia reunida para ver o linchamento de uma pessoa, pessoas tendo a vida expostas na internet, pessoas tomando a responsabilidade de justiça pra si, enfim, muitas coisas. O drama realmente levou a sério a tag de terror psicológico!

Fizemos uma live comentando mais detalhes do drama

Mas confesso que pra mim, algumas coisas ficaram faltando ali, e não sei se será abordado numa segunda temporada. O que aconteceu com o detetive Jin Kyun Hun e a filha dele? Qual o processo da Min Hye Jin fundar a Sodo? Como ela encontrou o professor? Acho que ficaram alguns buracos que precisam ser preenchidos, mas ainda sim continuo achando Hellbound um drama muito foda, e merecedor de aclamação, parabéns aos envolvidos.

Recomendo muito esse drama, se ainda não viu, assista sem medo (ou com medo 😂😂) a trama é excelente e vale a pena o tempo gasto.

Por hoje é só pessoal. Quem está assistindo ou terminou Hellbound o que achou?


Vivian Kelen
Vivian Kelen

Assisto dramas desde 2018 e “para todos os garotos que já amei” me trouxe até esse mundo. Minha missão nessa terra é espalhar a palavra da dramalandia. Meus dramas favoritos são Black Dog e Stove League. E não se esqueçam, amem Stray Kids.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: