05/07/2022

Primeiras impressões do drama ‘Snowdrop’

Ficha Técnica

Nome: Snowdrop/설강화
Diretor: Jo Hyun Tak
Roteirista: Yoo Hyun Mi
Gênero: Romance, Melodrama, Político
Rede: JTBC
Lançamento: 18 de dezembro de 2021
Idioma: Coreano
País: Coreia do Sul
Onde Assistir: Life Fansub

ESSE TEXTO CONTÉM SPOILER

Esse texto contém gatilho de violência

Snowdrop, o drama que parecia que era fic, finalmente estreou, depois de 1029833783 anos de espera. Essa produção que conta com os mesmos idealizadores do drama de sucesso Sky Castle, estava sendo extremamente aguardado, devido a fama da roteirista por ter feito um drama que quebrou os recordes de audiência da JTBC, e também pro elenco repleto de estrelas.

Assim como muitos, eu estava ansiosa para esse drama, porque afinal, meu fav Jung Hae In estava vindo aí, e finalmente em uma produção boa.

Desde março desse ano, o drama vinha enfrentando fortes críticas devido a sinopse, e os coreanos falaram que destorcia alguns fatos históricos, sabemos que é ficção, mas se tratando dos movimentos pró-democracia de 80, onde muitas pessoas foram mortas e tem corpos que até hoje ainda não foram encontrados, eu dou total razão para a sensibilidade dos coreanos com relação a isso. E se tem gente que não vê problema nisso, aconselho a pesquisar, ver vídeos no YouTube, e repensar se realmente acha isso só mimimi.

Pois bem, JTBC soltou uma nota dizendo que não era nada disso que o povo estava pensando e que deveriam “pagar para ver” e depois falar alguma coisa. E que como uma emissora de respeito, iria trazer um excelente drama. Pois bem, chegou o primeiro episódio e o povo ficou indignadíssimo, porque o personagem do Hae In é um espião norte-coreano que foi confundido como um dos alunos protestante pela personagem da Ji Soo. Sendo que na época, muitas pessoas foram mortas porque o governo dizia que eram espiões. Essa foi a primeira revolta.

A segunda revolta é quando o Soo Ho está fugindo do Kang Moo (Jang Seung Jo) e começa a tocar um música, e segundo os coreanos, essa música era usada como forma de protesto pelos estudantes que lutavam pela democracia. Agora eu me pergunto, quem foi que teve a brilhante ideia de colocar a música em uma cena entre um espião norte-coreano e um agente da agência nacional de segurança? Era óbvio que isso ia dar merda.

Um outro questionamento que vi uma thread excelente no Twitter, foi o fato de descreverem o Kang Moo como “um agente correto que faz de tudo para pegar os caras maus”. Ai gente, um agente da segurança nacional ser correto naquela época, é o mesmo que tirar sarro da cara dos coreanos.

Enfim, por essas e outras que o drama já tem mais de 300 mil assinaturas do povo pedindo para cancelar, patrocinadores já tiraram patrocínio e pediram para tirar o nome dele de qualquer produto que apareça. E JTBC já disse que no drama dela ninguém toca, ou seja, ela está bem confiante na obra. E vamos ver no que vai dar, acho que essa semana vai ser decisiva para a gente ver o andamento das coisas.

Reitero, esse tópico é muito sensível para os coreanos, muitas pessoas foram torturadas, espancadas, fuziladas, estupradas e mortas. A agência dizia que eram espiões comunistas, mas na verdade, eram só pessoas lutando por democracia e muitas nem no meio dos protestos estavam. Idosos, adolescentes e crianças perderam a vida, e muitos corpos até hoje não foram encontrados. Os coreanos não estão revoltados porque não querem que mostrem seu passado “sujo”, mas sim porque eles acreditam que estão romantizando coisas que não devem ser romantizadas no drama, e isso é um direito deles, a liberdade de criação termina, á partir do momento que você distorce a luta de um povo.

Agora voltando para o que eu achei dos dois primeiros episódios dessa drama, e sendo sincera, eu achei um pouco fraco. Não sei se é porque ultimamente estou assistindo muitos dramas com primeiros episódios excelentes ou se a minha expectativa era que estava alta demais, que ao assistir e Snowdrop, tudo me pareceu apenas mediano.

Cada episódio tem mais ou menos uma hora e meia, ou seja, quase um filme. E haja conteúdo para você colocar ali, que prenda realmente o público.

Vamos falar sobre os personagens. Que diga-se de passagem, nunca vi um drama para ter tantos personagens quanto Snowdrop, eu nem sabia que o Park Sung Woong estava no elenco.

O drama foi sendo contado por ambientação. Fomos introduzidos as personagens do dormitório feminino da universidade feminina de Ho Soo, várias personagens com preocupações cotidianas.

Fomos apresentado ao personagem Im Soo Ho que é um aluno de pós-graduação nascido na Alemanha, que está na Coreia para fazer uma pesquisa.

Conhecemos também a ambientação da Agencia Nacional, que fica em uma sala escondida, onde temos a Jang Han Na (Jung Eugene) a única mulher da equipe toda, e também temos o Kang Moo, que estava em uma missão especial para pegar um espião que ele jura de pés juntos que é o Ho Soo e não vai medir esforços para pega-lo.

E por fim, temos o Nam Tae Il (Park Sung Woong) e Eun Chang Soo (Heo Joon Ho) que vai protagonizar a ambientação de disputas nas eleições.

Espero que não tenha esquecido de nenhum. O que vimos nesses dois primeiros episódios foi finalmente o encontro entre Soo Ho e Young Ro (Ji Soo), os dois se conheceram em um encontro as cegas coletivo da universidade, e óbvio, foi amor a primeira vista. Até que então, o Soo Ho fugindo do Kang Moo, acaba sendo baleado e consegue se infiltrar por “coincidência” no dormitório da Young Ro. Ela moveu céus e terra, e enfiou todo mundo no plano de esconder o Soo Ho porque ela jura de pés juntos que ele é só um estudante e não espião como a agência quer colocar. E de fato, esse pensamento dela é plausível, já que a agência direito acusava os estudantes de serem espiões comunistas.

E nesse rolo todo, a gente vai ver como vai se desenrolar o relacionamento deles dois, porque afinal, ao que parece, ele é de fato um espião norte-coreano, a não ser que a imaginação dele, vestido com a farda da Coreia do Norte e conversando com a irmão, e o epílogo do episódio 2 sejam só um delírio. Ele falando com os camaradas dele e um deles dizendo que quer voltar para a Pyongyang. Então, vamos ver qual vai ser a explicação, e se vamos ter um novo Crash Landing On You de forma invertida. Só sei que essa roteirista planejou esse drama por 10 anos. E para quem fala que ele não é de romance, o drama é sim sobre romance, um romance que tem empecilhos e a roteirista disse que vai focar mais nas pessoas do que nos acontecimentos da época.

Acho que as partes que mais gostei foram da perseguição do Kang Mo ao Hoo So, e das cenas da Han Na, sim, estou do lado errado da força. 😑😑😑 Acho a química dos dois muito boa e que pode nos render cenas de ação excelente. Ela dando boas-vindas a ele com um tiro, foi maravilhoso, fiquei passada.

Quero saber também a história da Pi Seung Hee (Yoon Se Ah) ela apareceu toda ensangüentada e uma pessoa estava segurando ela na beira de uma represa, estou ansiosa para saber o que vem pela frente.

Snowdrop me passou uma vibe muito adolescente, fotografia clara, uma coisa alegre, totalmente diferente daquilo que eu esperava. Eu até mandei mensagem para Aline falando que tinha achado a trama um tanto adolescente, e ela me disse que tinha pensado o mesmo, então, percebi que não era coisa da minha cabeça.

Quero muito ver o que Snowdrop tem a mostrar, e espero que apresente uma trama mais tensa, digna do melodrama político que estávamos esperando, porque potencial eu sei que tem.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: