06/07/2022

O tribunal da Coreia do Sul rejeitou liminar contra a exibição do drama ‘Snowdrop’

O pedido de proibição de exibição por grupos cívicos ao drama da JTBC ‘Snowdrop’ que está envolvido em controvérsias devido à distorção histórica, foi rejeitado.

A 21ª Divisão de Acordo Civil do Tribunal Distrital Ocidental de Seul rejeitou uma liminar apresentada pela The World Citizen’s Declaration de um grupo cívico jovem contra a JTBC Studio Co., Ltd. no dia 29.

O tribunal explicou: “A menos que o conteúdo do drama, neste caso, vise diretamente o reclamante, é difícil dizer que os direitos pessoais dele foram violados pela transmissão do drama”.

Ele então julgou: “Mesmo que o conteúdo do drama seja baseado em uma visão distorcida da história, conforme alegado pelo reclamante, é difícil dizer que as pessoas que o virem o aceitarão cegamente”.

Ele disse: “A reivindicação acima é baseada no medo de violação dos direitos pessoais do público em geral, não dos direitos pessoais exclusivos dos reclamantes”, acrescentando: “O reclamante não pode aplicar arbitrariamente em nome do povo”.

Snowdrop é uma obra sobre o romance de Lim Soo-ho (Jeong Hae in), um estudante universitário de prestígio que pulou em um dormitório feminino em 1987, tendo como pano de fundo Seul, e Eun Young Ro (Jisoo), uma estudante universitária que o escondeu e tratou. O romance entre espiões e a universitária, é suspeito de distorcer a história, ao menosprezar o movimento de democratização e embelezar a segurança nacional.

JTBC disse em resposta, “Não há nenhum espião liderando o movimento de democratização em Snowdrop”, e explicou, “A maioria dos mal-entendidos serão resolvidos no futuro no processo de desenvolvimento do drama”.

No entanto, The World Citizen’s Declaration entrou com uma liminar, dizendo: “O conteúdo do incidente instila visões históricas distorcidas nos telespectadores que assistem ao drama sem conhecimento prévio da democratização coreana e valores errados que justificam a violência a segurança nacional”.

Fonte: Naver


Disclaimer: As opiniões expressas em matérias traduzidas ou em colunas específicas pertencem aos autores originais e não refletem necessariamente a opinião das Coreanas de Taubaté.

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: