06/10/2022

Indicação de 3 dramas de investigação criminal que todo amante do gênero deve assistir (sem romance)

Olá pessoal! Voltei com mais um textinho mara, e dessa vez, vim fazer indicação de 3 dramas de investigação criminal que para quem é amante do gênero, não pode deixar de assistir. Então rola para baixo para conhecer esses hinos.

Meu gênero favorito de drama, série e filme é investigação criminal, e várias vezes quando procurava algumas indicações, sempre apareciam dramas que envolvem romance, nada contra, mas eu particularmente não gosto desses dois gêneros juntos. E também tenho um grande problema com dramas da OCN, pelo fato de mostrar a polícia burra, fico extremamente indignada, onde enrolam tanto mostrando a burrice da polícia, que o caso poderia ser resolvido em 10 episódios ou menos, comecei a assistir ‘Voice’, as cenas eram bem legais e até te deixavam apreensivo, mas a polícia sendo pega de besta ou fazendo papel de trouxa, não me desceu de jeito nenhum. Então resolvi trazer indicação de três dramas de investigação que assisti e simplesmente amei. 

1 – MEMORIST

O primeiro drama que tenho para indicar é meu queridinho Memorist que está disponível no Viki, esse drama é baseado em um webtoon de mesmo nome. Acompanhei Memorist em andamento e era surto atrás de surto, e o melhor, a polícia e o criminoso eram inteligentíssimos. Han Sun Mi (Lee Se Young) é uma Profiler e foi a pessoa mais jovem a ser nomeada superintendente sênior da polícia, ela usa toda sua inteligência para pegar criminosos.

Contra sua vontade, ela une forças com Dong Baek (Yoo Seung Ho), um detetive com poderes sobrenaturais, ele é capaz de explorar a memória das pessoas através do toque, é um pessoa impetuosa e instável, mas suas habilidades o fazem ser um ótimo recurso para pegar criminosos. 

Para assistir Memorist tem que entender que nada é o que parece, e que você duvida da sua própria existência, e mais ou menos, a cada 3 episódios tem uma pessoa certa como culpado, mas o verdadeiro assassino só é revelado no episódio 15 e você só vai entender o real motivo de tudo, no episódio 16.

E um pequeno spoiler, Sobre a trama de Memorist, primeiro eu pensei que era sobre o detetive que lê memórias, depois achei que fosse sobre serial killer, quando tive certeza que era sobre algo sobrenatural, os roteiristas enfim nos explicaram que a trama era sobre vingança. 

Esse drama bugou legal minha cabeça e até hoje não consigo me decidir se o final foi certo ou não, minha mente diz que sim, mas meu subconsciente diz que é errado. 

E quem assistiu o que achou? Fiz um texto sobre Memorist, no qual expliquei exatamente qual era minha sensação.

2- NOBODY KNOWS

Minha segunda indicação é o drama Nobody Knows que está disponível no KOCOWA. Ah, meu drama, também acompanhei quando estava em andamento e que emoção indescritível ao assistir, e a melhor parte? Protagonismo total, real e oficial de mulher, e que atuação incrível da Kim Seo Hyeon.

Young Jin (Kim Se Hyeon) da unidade de investigação regional, só tem uma coisa em mente: pegar o assassino em série Stigma que assassinou sua amiga há 19 anos.  Young Jin carrega culpa e trauma pelo evento.  Ela não tem amigos e mora sozinha.  A única pessoa mais próxima dela é o filho de sua vizinha, Eun Ho (Ahn Ji Ho) os dois ficaram amigos desde quando se mudou para o prédio em que ele morava.  Eun Ho faz tarefas domésticas e sempre ajuda como pode.  Um dia, ele cai telhado de um prédio e fica em coma. Young Jin sente que tem algo errado e que isso não foi uma tentativa de suicido.

Com a ajuda do professor de Eun Ho, os dois começam a descobrir que o que aconteceu não foi um acidente e que tudo está relacionado com o caso que aconteceu há 19 anos.

O título do drama combina muito bem, realmente, ninguém sabe de nada, com o passar dos episódios você fica mais confuso e sem entender nada, mas tudo tem uma ligação e vai ser tornando um quebra cabeça que o telespectador começa a montar junto com a Young Jin, diferente de Memorist, ficamos sabendo antes do episódio 16 quem é culpado, mas ainda temos mais coisas para desvendar, então a história não fica cansativa. Assim como o início de Memorist, os assassinatos em série ocorrem por uma seita, então, mais gente doida pelo caminho. 

Não posso deixar de falar das cenas de luta da Young Jin, cenas maravilhosas para não colocar defeito e ela derruba um macho em menos de 10 segundos. Vale muito a pena.

3 – THE VICTIM’S GAME

A última indicação, mas não menos importante, é The Victims’ Game que está disponível na Netflix. Vou falar sobre esse drama até o final dos tempos, me surpreendeu bastante pelo plot twist, eu não esperava o que vinha pela frente e fui extremamente tombada, e em toda oportunidade que tenho, eu panfleto esse drama porque é um ícone, memorável e atemporal.

The Victims’ Game é um drama taiwanês de apenas 8 episódios, que conta a história de Fang Yi Ren (Joseph Chang), ele é um detetive com síndrome de asperge que ao trabalhar em um caso, percebe que sua filha pode estar envolvida, e nessa saga ele faz de tudo para descobrir sobre os assassinatos e também sobre o paradeiro de sua filha que não vê a alguns anos, e o roteiro vai contado do porquê do afastamento e contextualizando um pouco de como é e como foi a vida do Yi Ren devido a sua síndrome. 

Estou me segurando aqui, porque qualquer coisa que falar a mais, pode ser um spoiler e vai estragar totalmente a experiência de vocês. Mas para concluir, acho que acima de tudo, para assistir esse drama, você precisa ter empatia para entender e se conectar com a história e não achar que as pessoas estão simplesmente fazendo birra ou querendo chamar atenção, afinal, foi para isso mesmo que os roteiristas escreveram essa história.

Uma coisa que eu acho bem legal da trama, é que em todo tempo, eles mostram a história das vítimas, E como um dos roteiristas falou: 

“As pessoas são mais valorizadas depois que morrem, prestamos mais atenção para tentar entender a pessoa, que o telespectador não veja só o drama, mas entenda coisas sobre a vida. Séries de TV podem expressar melhor um aspecto da sociedade, após ver esse aspecto, talvez o público tenha compaixão e gere uma energia que possa trazer uma melhora para a sociedade. Toda a história foca no assassino, mas o jogo da vítima foca nas vítimas. A vítima pode ser qualquer um de nós”. 

E um dica muito importante e legal, ao final de cada episódio, tem um Making Off das cenas, e uma entrevista com diretor, roteiristas, pessoal da produção, atores e etc. eles explicam o roteiro e porque tomaram a decisão de abordar esse tema, explicam alguns detalhes bem importantes, mostram como foram responsáveis e procuram profissionais que entendiam do assunto e como tinham consultores no set de filmagem para guiar as cenas, para que tudo parecesse bem real, enfim, esse roteiro é de um cuidado impar e só de lembrar, dá vontade de assistir novamente. Então, não deixem a Netflix pular para o próximo episódio, esperem até os finais dos créditos de cada episódio, para assistir esses Making Off, prometo que vocês não vão se arrepender. 

Já avisando que o drama contém cenas fortes que podem causar desconforto e servir de gatilho, e essa mensagem passa no inicio do drama também. 

E uma notícia bem legal, enquanto estava procurando algumas informações, Netflix avisou que a segunda temporada sai em 2022, então estou muito ansiosa para o que os roteiristas vão apresentar dessa vez. Vou nem conseguir dormir direito até lá, e fui tombada mais uma vez.

Bom pessoal, por hoje é só. Espero que vocês tenham gostado das indicações, se já assistiram algum desses dramas, coloquem aqui nos comentários o que acharam.

Vivian Kelen
Vivian Kelen

Assisto dramas desde 2018 e “para todos os garotos que já amei” me trouxe até esse mundo. Minha missão nessa terra é espalhar a palavra da dramalandia. Meus dramas favoritos são Black Dog e Stove League. E não se esqueçam, amem Stray Kids.


Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: