24/10/2021

MY UNFAMILIAR FAMILY – EPISÓDIO 8

Cadê os refrescos? Tá em falta minha amiga!

E não é que o último episódio fez favor de revirar tudo?

Vamos as anotações, assim a gente não perde nadinha dessa treta familiar, extremamente familiar 😂

Bora começar com Ha Ra? Ex que ser ser a próxima, afinal Eun Hee é a atual? Ou não é nada disso e ela sempre foi a oficial? Me ajudem porque eu me perco fácil nesse rolê. Geon Joo, larga de ser safado e resolve a bagunça que você mesmo criou. Que história é essa de vingança?

Ao que tudo indica, três anos atrás Ha Ra quis se separar, mas o bonito (aqui não tem sarcasmo, Shin Dong Wook é muito bonito aff) não “deixou”?

Ha Ra, tentar rebaixar a Eun Hee na sua mente e pessoalmente, não vai funcionar. Não se preste a esse papel. Seje menas.

Sem contar que a cena dela encontrando Eun Hee e sendo desagradável, depois de arquitetar tudo, tentando se sentir superior a Eun Hee e em seguida um dos encontros mais  embaraçosos dos dramas de 2020. Geon Joo também começa a se enquadrar no modus operandi dos homens desse drama: se torna misterioso, mais ainda, cheio de segredos, que por sua vez nos impedem de saber se ele é bom ou não. O único que se mantém até agora é Chan Hyuk, mas eu coloco a mão no fogo por alguém em My Unfamiliar Family? Jamais.

Falando dele, então ele também amava Eun Hee?

E era recíproco? Aquela música com o flashback da faculdade tem um significado maior do que eu pensava? Então porque raios ela escolheu Jung Min? Porque eles não ficaram juntos na época? Eu aqui perguntando mas com medo da resposta.

Ok, Chan Hyuk também pode gostar de Eun Joo. Mas será que isso não é ele tentando desviar o que sente por Eun Hee?

Sim, eu mereço indicação para o prêmio “Fanfiqueira do Ano”. Mas ninguém concorda que Seo Young está justamente fazendo isso, ou canalizando sentimento romântico em Chan Hyuk para superar um trauma ou experiência ruim?

Desculpa gente, mas não seria a primeira vez que  My Unfamiliar Family faria paralelos e comparações. Então estou atenta!

O histórico da Eun Hee também não ajuda. Primeiro Jung Min, que apareceu por duas cenas e já temos ranço eterno e agora Geon Joo, todo problemático com sua carga emocional (leia-se namorada) num momento que Eun Hee tem que lidar com o que está acontecendo com os pais e com a irmã mais velha. Está pouco? Não. Tem mais.

Eun Hee parece ter visto o pai biológico da Eun Joo na foto de casamento. Será que ele é alguém próximo? Ou será que é tudo pegadinha da roteirista, de novo? Independente da desculpa que Ji Sook usar, a não ser que ela use a verdade, nem Eun Hee nem a gente vai acreditar. O único que faz o sonso é Ji Woo. Que aliás está namorando e não quer contar pra família. Na minha opinião isso pode ser duas coisas:

  1. Tem vergonha da família
  2. Ou a “namorada” é um homem.

Ji Woo você não é o Taecyeon que ficou namorando por 3 anos uma não celebridade e depois foi exposto pelo dispath!

Eun Joo continua me deixando irritada e juro que estou querendo gostar, ter empatia. Mas está difícil!Ela sempre sabe de tudo mas escolheu o lado do pai, sendo que a mãe dela precisava de abraço, apoio.

Nesse momento, percebemos como elas são iguais! Será que Eun Joo sabe que não é filha biológica de Sang Shik?

E que triste ver ela dizendo que percebeu que amava Tae Hyung. Foi daquele jeito esquisitão, Eun Joo de ser, mas ela queria continuar com o casamento de fachada, deixando Tae Hyung preso a ela. O fato dela dizer que se apenas Eun Hee não soubesse seria mais fácil esconder deixa aflorar a sua hipocrisia. E nesse ponto ela não é tão diferente de sua sogra.

E falando no diabo, que pessoa desagradável! A sogra da Eun Joo não aceita perder discussão e é muito arrogante. Sinceramente, como será que foi crescer com ela? Tae Hyung se casou, não que isso justifique completamente, mas em partes, para fugir dela. Quando Eun Joo, se rebela pela primeira vez, pedindo café ao invés de chá, a fisionomia da sogra muda na hora. Que medo!

O que aconteceu com o tal Young Shik? Porque ele está fugindo do suposto pai, Sang Shik?

Apesar do nome, não me surpreenderia se não fosse nada disso no fim das contas. Esse drama é um jogo, cheio de pegadinhas, parece um campo minado.

E vamos falar sobre gatilho?

Fiquei surpresa ao ver isso tão bem feito em um drama. O gatilho do carro de aproximando e aquele farol alto junto com as buzinas foram o disparo para que a memória de Sang Shik voltassem. O emblemático: “Estou de volta”, dão até um medinho.

E qual é a lembrança do papai? O casamento de Eun Joo e um homem fazendo Ji Sook rir.

Ah, mais vai passar pano pra ele agora? Jamais!

Até porque eles discutiam muito, ainda não sabemos sobre Young Shik. Embora também saibamos que ele não tinha outra família e na verdade guardava o dinheiro para Eun Joo casar.

Lembrando que ela não é sua filha biológica.

Ele vai voltar a ser o babaca de antes ou essa experiência pós tentativa de suicídio junto com a juventude de volta será capaz de mudá-lo?

Segunda-feira nunca te quis tanto!

Vídeo para ouvir enquanto comenta sobre o Sang Shik estar de volta: 

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: